Geral

Envolvido em acidente no Nortão com duas mortes tem prisão revogada após testar positivo para Covid-19

A Justiça de Alta Floresta decidiu revogar a prisão preventiva do principal suspeito de causar o acidente, ocorrido em setembro de 2018, que resultou na morte de Maicon Roberto Carvalho, 28 anos, e Cleusa de Sousa Pereira, 46. As vítimas estavam em uma motocicleta Honda Bros vermelha, quando foram atingidas por um veículo Fiat Uno, na rodovia MT-206.

O acusado foi preso em outubro de 2018 e encaminhado para a cadeia Alta Floresta. A defesa chegou a pedir a soltura dele, este mês, ao Tribunal de Justiça, mas o habeas corpus foi negado. Agora, o juiz Roger Augusto Bim Donega levou em consideração que o suspeito acabou sendo infectado pela covid-19. “Pois bem, este juízo tomou conhecimento através de ofício da cadeia da situação de saúde do réu, informando que este testou positivo para o Covid-19, em realização de teste rápido, bem como foi informado pela defesa do preso”, disse o magistrado.

“Diante disso, considerando a situação de alastramento do vírus na unidade prisional de Alta Floresta, entendo que para fins de viabilidade, em razão do elevado número de infectados entre os presos do referido estabelecimento prisional, visando o não alastramento e contaminação dos outros detentos, bem como a precariedade de agentes prisionais que dificulta o encaminhamento para o Hospital Regional, vislumbro que outras medidas cautelares diversas da prisão possam ser fixadas e poderão garantir a ordem pública, considerando a situação de saúde do mesmo”, complementou o juiz.

O suspeito terá que cumprir medidas cautelares, como comparecimento obrigatório a todos os atos processuais, proibição de frequentar bares ou festas, não manter contato com pessoas enquanto tiver sintomas da covid-19, manter acompanhamento médico, usar tornozeleira e não poderá receber visitas em casa, até a liberação da secretaria de saúde.

Em outubro do ano passado, a Justiça de Alta Floresta decidiu que o réu deverá ir a júri popular pelas duas mortes. Consta na denúncia que “o acusado logo após ter feito livremente a ingestão de grande quantidade de bebida alcoólica, trafegava com seu veículo Fiat Uno Mille, cor cinza, na rodovia MT-206, sentido Paranaíta-Alta Floresta, oportunidade em que invadiu a pista contrária, vindo a colidir com a motocicleta Honda Bros, cor vermelha, , pilotada por Maicon e que tinha em sua garupa a vítima Cleusa, resultando na morte de ambas as vítimas”.

Segundo a denúncia, o suspeito não prestou socorro às vítimas e fugiu do local. Ele acabou sendo localizado, posteriormente, em Paranaíta, e vai a júri por dois homicídios simples. Cleusa e Maicon tiveram politraumatismo e morreram na hora.

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: assessoria/arquivo)