Geral

Empresas autuadas e menores detidos em fiscalização da prefeitura e PM Sinop

Um estabelecimento com cozinha lacrada por não respeitar as normas de higiene, vários menores sem documentação encaminhados às suas residências, alguns estabelecimentos notificados por não apresentar alvará de licença e outros por estarem com o som além da altura e do horário permitidos.

Este foi o resultado da operação realizada ontem à noite em Sinop, por duas equipes envolvendo a fiscalização tributária, a vigilância sanitária, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. Foram visitados cerca de 60 estabelecimentos (bares, lanchonetes e similares) em pontos diferente da cidade.

Segundo o secretário de Finanças Astério Gomes, a operação continua hoje, em outros estabelecimentos. “As equipes verificaram se havia a presença de menores, a documentação do estabelecimento, a altura do som e a questão da higiene. Mas foi uma operação que transcorreu normalmente e verificamos que existem algumas irregularidades que precisam ser sanadas”, disse Gomes.

Segundo o secretário, essas operações são importantes para que a sociedade esteja consciente de que as autoridades estão atentas. “Os donos dos estabelecimentos também precisam se conscientizar dos seus deveres”, afirmou.