Geral

Empresário morre em Sinop em decorrência de dengue hemorrágica

Foi sepultado hoje, no cemitério de Sinop, o empresário Rafael Lucas Candido, de 31 anos, que faleceu, ontem na Unidade de Pronto Atendimento, em decorrência de dengue hemorrágica, segundo informações da assessoria do Instituto Social Saúde Resgate a Vida, que é responsável pela administração da unidade.

Ainda conforme a ISSRV, Rafael apresentava sintomas de diarreia há mais de uma semana, e foi levado, ontem, pelos familiares para atendimento na UBS Primaveras, quando foi constatado uma gravidade no seu quadro clínico e, posteriormente, transferido à UPA.

Na sala de emergência, passou por exames e foi solicitado uma transferência para o Hospital Regional, mas Rafael não resistiu e veio a óbito ainda na unidade. O exame para dengue deu positivo.

A mãe de Rafael, Beloni Vieira Candido disse, em entrevista, ao Só Notícias, que nos últimos dias ele estava com febre e reclamava de dores no corpo e, ontem, teve uma piora. “Ele teve uma gripe, uns dias de febre, mas sarou bem e daí na sexta-feira deu uma febre forte. Ele disse que estava com dores no corpo. Para amanhecer domingo, ele piorou, aí chegamos no postinho, onde levaram ele para UPA e ele acabou falecendo de dengue hemorrágica”  

Beloni disse ainda que o filho era saudável e não apresentava nenhuma comorbidade. Ele era proprietário de um oficina mecânica, no bairro Jardim Celeste, casado e tinha um filho, de 7 anos. 

Em nota, a assessoria da secretaria municipal de Saúde afirmou que o caso está “sob investigação da equipe do departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal para confirmação da causa da morte”.

Só Notícias/Kelvin Ramirez (foto: assessoria/arquivo - atualizada às 18h)