quinta-feira, 18/julho/2024
PUBLICIDADE

Em Mato Grosso 74% das empregadas domésticas são informais

PUBLICIDADE

Mato Grosso possui atualmente 106 mil empregados domésticos, sendo que 79 mil deles ou 74,52% atuam na informalidade, conforme revela o Retrato do Emprego Doméstico no Estado de Mato Grosso, elaborado pelo Instituto Doméstica Legal com base nos dados do PNAD/IBGE. Levantamento realizado pela mesma entidade aponta que nos 2 últimos anos foram extintos 39 mil postos de trabalho nessa área no Estado, reduzindo de 145 mil em 2009 para os atuais 106 mil.

Previsão é que a partir de 2013, quando deve ser aprovada a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 478/2010 que altera a lei dos empregados domésticos, ocorram 200 mil demissões em todo país e consequente estímulo a informalidade, diz o presidente do Instituto Doméstica Legal, Mário Avelino. Favorável a mudança na legislação para equiparação dos direitos dos trabalhadores domésticos aos dos demais trabalhadores, Avelino alerta para a necessidade de se modificar concomitantemente a redução dos custos para o empregador.

Uma das propostas do Instituto é baixar o percentual de contribuição previdenciária para o trabalhador de 12% para 4% e reverter a diferença (8%) para o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). "A PEC das domésticas é justa, merecida, mas contanto que se reduza o custo para o empregador, caso contrário o que vai haver é o aumento das demissões e da informalidade".

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Dados de satélite indicam redução no número de focos de calor em Mato Grosso

Dados do Programa BDQueimadas do Instituto Nacional de Pesquisas...

Homem fica ferido em colisão entre carro e moto em Sinop

Um homem ficou ferido em um acidente no setor...

Coruja é resgatada em área de risco por morador de Sorriso

O filhote de coruja suindara (tyto furcata), também conhecida...
PUBLICIDADE