Geral

Dois vão a júri por assassinato de jovem em Lucas do Rio Verde

Dois homens irão a júri popular pelo assassinato de Amaral Vinicius Camargo da Silva, 26 anos. O jovem foi morto com diversos tiros, em dezembro de 2017. O crime ocorreu em uma região conhecida como “Chácara Bom Jesus” e teria sido motivado por vingança.

A decisão de mandar a dupla a júri popular é do juiz Hugo José Freitas, da 4ª Vara Criminal de Lucas. Segundo ele, há indícios de que o crime foi cometido por motivo torpe, pois “não restou plenamente descaracterizada a torpeza do crime, pois há indícios nos autos de que foi praticado em decorrência de negativa da vítima em ingressar na organização criminosa que os acusados faziam parte”.

O magistrado também manteve a qualificadora do recurso que dificultou a defesa da vítima. “Com relação à qualificadora, tenho que deve ser submetida ao Tribunal do Júri, juiz natural dos crimes dolosos contra a vida, pois há indícios nos autos de que a vítima foi atingida de surpresa”.

Os dois réus chegaram a ser presos. No entanto, em junho do ano passado, tiveram as prisões revogadas pela Justiça de Lucas. Eles aguardarão o julgamento, que ainda não tem data definida, em liberdade.

Só Notícias/Herbert de Souza