Geral

Diretor entrega laudo de vistoria de cadeia ao Ministério Público

O diretor da cadeia em Sinop, João Paulo Martinez, já entregou o laudo de vistoria feito nas dependências da cadeia nos últimos dias. Ele disse que o laudo apresenta a falta de estrutura no prédio que torna a segurança frágil.
Entre elas está a fragilidade nas grades que podem ser cerradas e até arrancadas e a facilidade de fazer túneis no solo. Martinez relatou que estão aguardando a decisão do Ministério juntamente com a superintendência prisional.

A localização da cadeia no centro da cidade também é um problema que está sendo enfrentado pela sociedade sinopense. Na última fuga que aconteceu na terça-feira passada, 12 detentos fizeram um buraco no local do vaso sanitário, pularam o muro e passaram pelo teto de uma casa, chegando a cair dentro da residência.

O morador teve um prejuízo de aproximadamente R$ 500, além do risco que correu com a presença dos criminosos dentro de sua casa.

A sociedade espera que esse problema seja solucionado com a inauguração do presídio, que está em fase final e deve ser concluído neste mês em Sinop. Mas ainda não foi informado se a cadeia será desativada, ou se apenas os presos já condenados serão transferidos para a nova unidade.

Dos 12 detentos fugitivos, apenas 05 foram recapturados. Os outros 07 ainda estão foragidos.