quinta-feira, 18/julho/2024
PUBLICIDADE

Cuiabá: acusado de mandar matar filho será julgado amanhã

PUBLICIDADE

Um empresário, 72 anos, acusado de ter ordenado a execução de um dos filhos, será levado a júri popular amanhã (30), em Cuiabá. Ele será julgado pela morte do comerciante Marcelo Dias dos Santos, em março de 2004, em frente ao lava a jato da vítima, no bairro Santa Helena. De acordo com denúncia do Ministério Público, Santos foi atingido por vários tiros, efetuados por um pistoleiro. Ele chegou a pedir socorro para sua companheira, mas foi novamente baleado, desta vez na cabeça, e morreu no local.

Para a promotoria, a execução foi motivada por uma discussão, envolvendo R$ 20 mil, dinheiro recebido pelo acusado após a venda de um carro. Um dia após o negócio, enquanto se dirigia ao banco para depositar o dinheiro, ele foi assaltado e, desde então, passou a ameaçar o filho, acreditando ser ele o responsável pelo roubo. Após várias ameaças, ele teria contratado o pistoleiro para realizar o crime.

O acusado apontado como autor de pelo menos mais 2 homicídios e uma tentativa contra outros filhos. As mortes de Jorge Luiz Puffal Salomão, em 2005, e Érico Puffal de Farias, em 2006, ocorreram nas mesmas circunstâncias porque eles ameaçaram delatar vários crimes que teriam sido praticados pelo empresário, além do homicídio de Santos. O caso só foi elucidado após o quarto filho, que chegou a receber 7 tiros de um pistoleiro, mas sobreviveu, ter denunciado Farias.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Dados de satélite indicam redução no número de focos de calor em Mato Grosso

Dados do Programa BDQueimadas do Instituto Nacional de Pesquisas...

Homem fica ferido em colisão entre carro e moto em Sinop

Um homem ficou ferido em um acidente no setor...

Coruja é resgatada em área de risco por morador de Sorriso

O filhote de coruja suindara (tyto furcata), também conhecida...
PUBLICIDADE