Geral

Corpo de Bombeiros passa a vistoriar escolas em Colíder

Nestes 21 dias em que está atendendo, a companhia independente do Corpo de Bombeiros de Colíder (160km de Sinop), registrou sete acidentes motociclísticos com um óbito no local, seis mal súbitos, uma tentativa de suicídio, seis registros de incêndio em pastagens ou matas e uma queda de nível.

A unidade começou a funcionar no último dia 21. São 18 pessoas trabalhando, entre militares, enfermeiros e um funcionário da defesa civil. Outras ações vêm sendo desenvolvidas, como vistorias em escolas da rede municipal, estadual e particular, solicitadas pelo Ministério Público.

Entre os pontos verificados estão a presença de extintores, fiação elétrica, entre outras. Até o momento, segundo os bombeiros, não foram detectados problemas. A companhia está subordinada ao quarto batalhão, em Sinop.