Geral

Caminhões levam até 20 horas para ir de Sinop a Juara

O trecho de 260 km ainda não foi asfaltado que liga Sinop à Juara está praticamente intransitável, conforme declarações de motoristas que constantemente percorrem este trajeto. De Juara vem parte considerável do gado abatido em frigoríficos de Sinop e de outros municípios da região também é transportada madeira que é beneficiada em indústrias madeireiras. Os buracos e princípios de atoleiros tornam a viagem uma aventura e quase sempre resultam em prejuízos.
“Estamos perdendo muito tempo. Os horários dos ônibus estão constantemente atrasados e os nossos motoristas reclamam muito que têm que dirigir devagar por causa da buraqueira o que causa mais cansaço e aumenta o período deles nas viagens”, disse o encarregado de tráfego, de uma empresa de viagens de Sinop, Antonio Raimundo Costa Vale.

Segundo Antonio, as viagens de ônibus até Juara chegam a durar 12 horas, o que em circunstâncias de bom estado das estradas deveria durar 6 horas. Mas as empresas de ônibus não são as únicas prejudicadas. O proprietário de uma empresa que trabalha com o transporte de cargas até Juara diz que a maioria de seus motoristas não está querendo fazer esta linha. “A coisa está tão feia. O risco de ficar na estrada com caminhão quebrado ou atolado deixa os motoristas ressabiados para fazer esse trecho. Eles preferem perder no salário do que enfrentar essas estradas”, disse Alberto Paulo Kunzer, dono de uma central de fretes.

Ele informou ainda que os caminhões carregados chegam a levar 20 horas para atravessar esses 300km que ligam Sinop à Juara. Com isso os gastos com o combustível chega a aumentar 20%, porque os motoristas são obrigados a dirigir em até 16km/h, o que pesa a marcha e faz o veículo consumir mais diesel. Sem contar os 10% a mais, de gastos com peças que quebram ou pneus que furam.

Ano passado, em sistema de consórcio (governo e produtores)começou o asfaltamento da MT-220 e até o momento cerca de 40km da BR-163 (Sinop) em direção a Juara foram asfaltados.