Geral

Bicudo se alastra e causa prejuízos em lavouras de algodão na região Norte

Desde junho já foram confirmados pelo menos 5 focos do Bicudo do Algodoeiro em propriedades produtoras de algodão da região Norte. O primeiro foi em Santa Rita do Trivelato (170 km de Nova Mutum). Desde então, segundo o engenheiro agrônomo do Indea (Instituto Nacional de Defesa Agropecuária), Waldemir Batista da Silva, o inseto foi identificado em uma propriedade de Lucas do Rio Verde e em mais 3 lavouras de Sorriso.

O Indea ainda aguarda confirmação de alguns casos suspeitos em Nova Mutum. A presença do bicudo na área que era considerada livre do inseto, exige medidas mais enérgicas de controle e combate da praga, que ataca as maçãs do algodoeiro e prejudica o desenvolvimento da planta, prejudicando ainda a qualidade da pluma.

Leia mais em Agronotícias. Clique aqui.