Geral

Principal aeroporto de Mato Grosso bate meta em 70% dos indicadores em pesquisa de satisfação

O aeroporto Internacional de Cuiabá, Marechal Rondon, em Várzea Grande, superou a meta de nota 4, estipulada pelo Governo Federal, em 70% dos indicadores que resultam na satisfação do usuário. A pontuação faz parte da Pesquisa de Satisfação do Passageiro e Desempenho Aeroportuário, encomendada pelo Ministério da Infraestrutura, para o quarto trimestre do anos passado – outubro a dezembro –  e divulgada nesta quarta-feira. Ao todo, foram 38 indicadores avaliados em uma escala de notas de 1 a 5, sendo 1 para “muito ruim” e 5 para “muito bom”.

No quesito cordialidade e prestatividade dos funcionários do check-in, o terminal alcançou a pontuação de 4,81, nota muito próxima da máxima. Na “Satisfação Geral dos Passageiros”, o aeroporto de Cuiabá recebeu nota 4,33. Entre outros tópicos de destaque estão: tempo de fila no check-in de autoatendimento (4,75), tempo de fila na inspeção de segurança (4,66), cordialidade e prestatividade dos funcionários da inspeção de segurança (4,58), velocidade da restituição de bagagem (4,54) e qualidade da informação nos painéis das esteiras de restituição de bagagem (4,54).

Segundo o superintendente interino do aeroporto, Laelson Augusto do Nascimento, a meta é melhorar a cada dia, com o esforço diário da equipe, em prol dos usuários do terminal cuiabano. “Este resultado é fruto do nosso trabalho incessante para proporcionar conforto, cordialidade e, acima de tudo, uma ótima infraestrutura para os nossos passageiros”, ressaltou.

De acordo com a presidente da Infraero, Martha Seillier, os resultados superam a meta estabelecida para os aeroportos, que era nota 4,0, e por isso devem ser celebrados. No entanto, Martha ressalta que os pontos mais sensíveis da avaliação serão trabalhados para melhorar, ainda mais, o desempenho dos aeroportos da Rede. “O fato de todos os aeroportos da Rede Infraero na pesquisa da SAC terem recebido avaliações gerais entre “bom” e “muito bom” demonstra o nível de excelência dos serviços prestados ao passageiro. Isso é resultado do trabalho de uma equipe altamente capacitada e comprometida com a qualidade das atividades que desenvolve e, sobretudo, preocupada em garantir segurança operacional”, afirma Martha.

Das quinze categorias premiadas pela Secretaria de Aviação Civil, para o desempenho relativo a todo o ano de 2018, aeroportos da Infraero ganharam em sete, incluindo melhor aeroporto até 5 milhões de passageiros, com Manaus (AM). O aeroporto internacional Eduardo Gomes ganhou ainda nas categorias “Controle Migratório Mais Eficiente” e “Controle Aduaneiro Mais Eficiente”.

Na mesma faixa de Manaus, com fluxo de passageiros até 5 milhões, o aeroporto internacional de Maceió (AL), Zumbi dos Palmares, venceu nas categorias “Raio-X Mais Eficiente” e “Aeroporto com Mais Serviços ao Passageiro”. Já entre os aeroportos com fluxo entre 5 e 15 milhões de passageiros, Curitiba (Aeroporto Internacional Afonso Pena) ganhou nas categorias “Controle Aduaneiro Mais Eficiente” e “Aeroporto com Mais Serviços aos Passageiros”.

A premiação do melhor aeroporto com fluxo entre 5 e 15 milhões foi para Viracopos, em Campinas (SP), e o melhor aeroporto com fluxo acima de 15 milhões de passageiros ficou com o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitscheck, em Brasília (DF).

Redação Só Notícias (foto: assessoria)