Geral

Aeronáutica começa a apurar causas da queda de avião em Sinop

A Aeronáutica retornará hoje ao local onde o avião Corisco PT-NEB caiu, segunda-feira no início da noite, em Sinop. As investigações para apurar as causas do acidente já foram iniciadas, mas os oficiais estarão se deslocando ao local hoje, uma vez que a prioridade ontem era resgatar as vítimas.

Veja cobertura especial e fotos da tragédia clicando aqui

O major Sérgio Alexandre Rau informou ao Só Notícias, diretamente de Brasília, que as investigações in loco serão iniciada ainda hoje. No acidente, morreram o piloto Ademar Maciel da Silva e um bebê de apenas 7 dias de vida.

O avião tinha sido contratado por uma empresa de Saúde de Cuiabá para transportar de Juína a Sinop o casal de gêmeos Maria Eduarda e Maicon Eduardo, nascidos prematuramente no último dia 30 e a mãe deles, Marlene Amorin, 29 anos, que está hospitalizada em Sinop com fratura na bacia. Seguiam no avião o médico Euler Preza e o enfermeiro Wagner Vieira, que também ficaram feridos.

Ontem, em Sinop, foi sepultado o corpo do piloto Ademar Maciel da Silva, 55 anos, que há 12 morava em Sinop. Tinha dois filhos menores de idade e um filho que reside no Paraná, é piloto e veio para o sepultamento do pai.