Geral

Acusado de matar homem em casa noturna e balear outras pessoas vai a júri em Cuiabá

A primeira sessão do Tribunal do Júri de Cuiabá, este mês, será nesta quinta-feira, a partir das 8h. Jader Junior Bueno será julgado pelo homicídio de Carlos Deniz Oliveira Barbosa, homicídio tentado de Alexandre Velasco Freire, e por ter assumido o risco de produzir o resultado morte de Liane Botelho de Moura, Clemilson Otaviano da Silva, Selma de Oliveira Leite e Viviane Tavares Araújo, não consumando o intento delitivo por circunstâncias alheias à vontade do réu. O crime aconteceu em junho de 2011, em uma casa de show, no bairro Parque Cuiabá.
 
De acordo com a denúncia, Jader “agiu obcecado pelo vil sentimento de vingança e mediante recurso que dificultou a defesa das vítimas, efetuando disparos de arma de fogo a esmo, sem se importar com a ocorrência do previsível resultado morte de outras vítimas”. O acusado responderá por homicídio qualificado por motivo torpe, com emprego de meio cruel e mediante recurso que dificultou a defesa do ofendido, e cinco vezes por homicídio tentado, tudo à luz da Lei dos Crimes Hediondos.
 
A sessão será presidida pela juíza Monica Catarina Perri Siqueira, titular da 1ª Vara Criminal da capital. Até o início do recesso forense (20 de dezembro) serão realizados seis julgamentos pelo júri, todos com réus presos. Outros três foram redesignados para 2018, informa a assessoria.