Geral

80% dos hotéis e empresas turísticas de Sinop estão irregulares, aponta relatório

Terminou sábado o Programa de Fiscalização Preventiva Integrada em Sinop. Desde segunda-feira o Corpo de Bombeiros, o Procon (órgão de defesa do consumidor), o CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura) e a secretaria de Indústria e Comércio de Sinop, fiscalizaram 90% dos 56 hotéis e empresas relacionadas ao turismo do município.

Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros de Sinop, major Átila Vanderlei da Silva, 80% desses estabelecimentos vistoriados apresentaram alguma irregularidade. “As principais foram alvarás de funcionamento vencidos e falta de equipamentos de segurança e combate à incêndio, inclusive extintores. Alguns não correspondem aos critérios de limpeza da vigilância sanitária e, quase a maioria, não está cadastrada junto à Secretaria de Turismo”, disse.

Nos próximos dias, o Crea e o Procon devem divulgar a lista completa de irregularidades encontradas. Os estabelecimentos que tiverem a necessidades de melhorias terão 15 dias para se adequarem as normas dos órgãos protetores do consumidor.