sábado, 20/abril/2024
PUBLICIDADE

Vitória vence de virada e elimina o Botafogo da Copa do Brasil

PUBLICIDADE

Como tem acontecido nos últimos anos, o Botafogo não conseguiu avançar na Copa do Brasil. Em partida disputada na noite desta quarta-feira, no Engenhão, o time de General Severiano foi derrotado pelo Vitória por 2 a 1 e acabou eliminado da competição. O Vitória que tinha empatado por 1 a 1 no Barradão agora vai enfrentar o Coritiba na próxima fase da competição.

O Botafogo saiu na frente do marcador mas se perdeu a partir da nova expulsão do lateral Lucas que recebeu cartão vermelho no final do primeiro tempo por ter usado a mão para impedir que a bola entrasse no gol de Jéfferson.

Foi a segunda derrota seguida da equipe alvinegra que voltará a jogar domingo contra o Fluminense no segundo jogo das finais do Campeonato Carioca.Ao final da partida, os jogadores da equipe carioca foram muito hostilizados pela pequena torcida que compareceu ao estádio.

O jogo – O Botafogo começou a partida tentando pressionar a defesa do Vitória mas os erros de passe dos jogadores do meio campo. O Vitória parecia mais preocupado em bloquear as investidas do adversário, deixando apenas Tartá e Neto Baiano em posição mais adiantada, tentando surpreender a defesa carioca com lançamentos de Geovanni.

O primeiro momento de emoção aconteceu aos dez minutos.Maicosuel ganhou a dividida com os zagueiros baianos e a bola acabou sobrando para Loco Abreu, livre, na grande área;O uruguaio completou de pé direito e a bola bateu nas redes pelo lado de fora, frustrando parte da torcida alvinegra que chegou a gritar gol.

o lance animou o time de General Severiano que passou a forçar as jogadas pelas laterais com Lucas e Márcio Azevedo mas as jogadas não se completavam por causa dos erros cometidos por Elkeson e Felipe Menezes. O Vitória seguia com uma postura defensiva e não ameaçava o gol defendido por Jéfferson.

Aos 19 minutos, o goleiro Jéfferson deu um susto na torcida ao rebater a bola nas costas de Geovanni. Aos 20 minutos, o Botafogo marcou o primeiro gol. Loco Abreu dividiu pelo alto com o zagueiro Rodrigo e a bola caiu nos pés de Elkeson que, mesmo caído, conseguiu ser mais rápido do que Wellington Saci e completou para as redes. Elkeson comemorou desabafando contra os torcedores que o estavam vaiando.

Em desvantagem o time baiano tentou sair para o ataque mas continuava esbarrando nos erros de passe. Aos 31 minutos, Felipe Menezes driblou vários adversários, entrou na área mas errou ao tentar o passe para Loco Abreu.

Ao 34 minutos, o lateral Romário cruzou da direira e Jéfferson se atrapalhou e quase deixa a bola sobrar para Neto Baiano mas acabou se recuperando. Aos 36 minutos, novamente o goleiro da equipe carioca saiu mal após cobrança de escanteio, Neto Baiano cabeceou e Lucas salvou, de cabeça, em cima da linha.

Aos 40 minutos, Jéfferson apareceu bem ao defender uma cabeçada de Geovanni. O goleiro espalmou para o lado e a zaga aliviou.Aos 43 minutos, Uellinton arriscou da intermediária e Jéfferson espalmou para a frente mas não apareceu nenhum atacante baiano para aproveitar o rebote.

A resposta do Botafogo veio em chute de Felipe Menezes que Douglas defendeu com dificuldade. Aos 45 minutos, Jéfferson voltou a sair mal do gol, Ueliton cabeceou e Lucas usou a mão para evitar que a bola entrasse.

O jogador do Botafogo recebeu cartão vermelho, o que já tinha acontecido contra o Fluminense, mas Jéfferson conseguiu se redimir ao defender o pênalti cobrado por Neto Baiano.

O Vitória voltou para o segundo tempo com um atacante a mais, tentativa do técnico Ricardo Silva de aproveitar a superioridade numérica. Aos três minutos, Brinner derrubou Dinei na entrada da área. Pedro Ken cobrou colocado e Jéfferson fez grande defesa, evitando o gol do empate. O Vitória continuava melhor em campo e aos dez minutos, Tartá chutou rasteiro e Jéfferson fez outra boa defesa.

Aos 11 minutos, o Vitória empatou. Marcelo Mattos e Renato se atrapalharam dentro da pequena área e a bola acabou sobrando para Pedro Ken que se livrou da marcação de Brinner e bateu no ângulo direito sem qualquer chance de defesa para Jéfferson.

Aos 16 minutos,p goleiro do Botafogo evitou o segundo gol ao defender cabeçada de Dinei. O time dirigido por Oswaldo de Oliveira não conseguia criar uma jogada de ataque sequer e o treinador acabou colocando Herrera no lugar de Elkeson que saiu muito vaiado. Aos 22 minutos, o Vitória perdeu outra grande chance. Romário cruzou da direita e Neto Baiano entrou entre os zagueiros e meteu a cabeça, mas a bola saiu.

Aos 23 minutos, o Vitória marcou o segundo gol. Wellington Saci cruzou da esquerda, Tartá se aproveitou da indecisão da zaga e cabecou sem chances para Jéfferson. Com um jogador a menos e em desvantagem no placar, o Botafogo se perdeu completamente, errando passes e mostrando muito nervosismo.

Aos 30 minutos, a torcida alvinegra voltou a ter esperanças quando Pedro Ken fez falta dura em Renato e foi expulso de campo. Oswaldo de Oliveira colocou o estreante Vítor Júnior no lugar do volante Marcelo Mattos e mandou o time para o ataque.

Aos 33 minutos, Loco Abreu desviou de cabeça e Maicosuel errou a conclusão. Aos 34 minutos, o goleiro Douglas saiu mal e Loco Abreu cabeceou para o gol, mas Rodrigo salvou em cima da linha. Nos minutos finais o Vitória recuou para defender a vantagem e o Botafogo pressionou até o final, mas não conseguiu mudar a sorte da partida.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Mixto contrata lateral com passagem por Cruzeiro, clubes paulistas e time português

O Mixto anunciou hoje a contratação do lateral-esquerdo Daniel...

Presidente diz que Deyverson tem acordo para deixar o Cuiabá

O atacante Deyverson tem um acordo verbal para deixar...

Sem Deyverson, Cuiabá encara o Grêmio fora de casa buscando quebrar tabu

O Cuiabá entra em campo contra o Grêmio neste...

Final da Copa Marcelinho Boiadeiro será no domingo em Sinop

A final da Copa Marcelinho Boiadeiro será no próximo...
PUBLICIDADE