quinta-feira, 29/fevereiro/2024
PUBLICIDADE

Vila Aurora define estratégia para disputa do título com Operário

PUBLICIDADE

Atacar o tempo todo, mas com cuidados defensivos e não recuar em momento algum. Estas serão as armas do Vila Aurora para o jogo de domingo, no estádio Luthero Lopes, quando decide o título mato-grossense contra o Operário. Para ser campeão o representante rondonopolitano terá de vencer o time de Várzea Grande, que com a vantagem do regulamento pode ser campeão com um simples empate.

Sem Coelho, que foi expulso no primeiro jogo da final, no Verdão e que teve de passar por uma cirurgia no nariz em virtude de um soco que levou do zagueiro Marcelo do Ó, o técnico do Vila Aurora, Marcos Birigui, que no ano passado treinou o Operário, aposta na velocidade e na força de seus atacantes. A única preocupação está na pontaria dos jogadores, que não conseguem finalizar com perfeição, perdendo muitos gols. Por isso, resolveu intensificar este fundamento durante a semana. “Estou fazendo com que os atacantes, os meias e até os alas treinem muitos chutes, de todas as distâncias do campo e até pelas laterais. Vamos enfrentar um Operário mais recuado, tentando evitar sofrer gols. Assim, não podemos pensar apenas em entrar na área deles com a bola dominada. Seria uma tarefa muito fácil para os zagueiros deles. Desta forma, meu time terá de chutar e chutar muito, sem medo de errar”, disse o treinador.

No ano passado, cinco jogadores que hoje integram o Vila Aurora defenderam o arqui-inimigo União e perderam o título para o Cuiabá, que com o regulamento debaixo do braço jogou pelo empate. Estes jogadores são o goleiro Ronaldo, o lateral-direito Tirony, o lateral-esquerdo Calado o meia Joel e o atacante Carioca. “Eles sabem o que é perder um título em casa, com o apoio da torcida. Por isso estou contando com eles, principalmente nas preleções com os mais jovens para mostrar que em decisão o que vale é amor à camisa, dedicação a profissão e o coração no bico da chuteira’, disse.

Moreno, outro jogador muito experiente e que já foi campeão pelo Juventude de Primavera do Leste, também vem ajudando na orientação aos mais jovens e acredita que em casa, com o apoio da torcida e o time tendo calma pode alcançar a vitória e o título. “É um jogo de 90 minutos. Tempo suficiente para criarmos as grandes jogadas e a nossa vitória. Será preciso apenas ter calma, muita paciência nas finalizações e atenção no sistema defensivo. Eles vão querer se utilizar do contra-ataque. Não podemos dar esta arma a eles”, ensina.

O Vila Aurora realiza na tarde desta quarta-feira o primeiro treino com bola. Amanhã acontece trabalho tático em dois períodos. Na sexta-feira apenas um treino com bola, quando Marcos Birigui promete divulgar o time que vai começar a decisão. Logo depois o time entra em completo regime de concentração para a grande decisão.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Cuiabá conhece adversário das oitavas na Copa Verde

Bicampeão da Copa Verde, o Cuiabá conheceu o seu...

Grêmio é derrotado pelo São Luiz e volta a perder título da Recopa Gaúcha após 3 anos

O São Luiz conquistou seu primeiro título da temporada....
PUBLICIDADE