Esportes

Treinador do Cuiabá exalta ponto fora de casa mas diz que poderia ter voltado de Goiânia com vitória

O treinador do Cuiabá, Itamar Schülle, não chegou a comemorar o empate conquistado no fim do jogo contra o Atlético-GO, ontem à noite, em Goiânia, mas disse que saiu de campo satisfeito com o resultado dada as condições do jogo e a ausência de seis titulares que estão em recuperação do departamento médico do clube.

Na visão do treinador, o jogo foi equilibrado, com o Dragão melhor na primeira etapa, quando marcou seu gol, e com o Cuiabá compactado na defesa. Na etapa final, o Dourado se recompôs e assumiu o comando da partida, empatando e tendo chance de virar o jogo.

“Conquistar pontos sempre é importante na Série B, ainda mais nós, diante de tantas dificuldades com várias ausências e isso, para nós, valoriza ainda mais o ponto. Mas isso não quer dizer que nós viemos aqui atrás de um ponto, nós viemos em busca de uma vitória”, analisou Schülle após o jogo.

O empate levou o time a 36 pontos e manteve o Cuiabá em 11º no Campeonato Brasileiro da Série B. O time de Mato Grosso vem de duas derrotas e um empate e sofre com pelo menos seis jogadores titulares machucados, o que, segundo o treinador, justifica o momento delicado.

“A gente nunca transfere a responsabilidade, mas quando a gente perde cinco ou seis jogadores que são considerados titulares, a característica de quem entra, e não que quem entra não tem qualidade, pelo contrário, mas a característica muda, e se a equipe está acostumada àquele padrão de jogo, então muda muita coisa”, justificou.

A chance de recuperação é na sexta-feira diante do Vitória, que, diferente do primeiro turno, está em recuperação no campeonato e não ocupa a zona de rebaixamento. O jogo é às 20h30, na Arena Pantanal.

Só Notícias/Marco Stamm, de Cuiabá (foto: arquivo/assessoria)