Esportes

Técnico Marcos Birigui reassumirá o Sinop

O presidente do Sinop Futebol Clube confirmou que Marcos Birigui reassumirá o Galo do Norte no Campeonato Mato-grossense já na próxima rodada. A informação foi detalhada após a derrota, por 2 a 0, diante do Cuiabá, no sábado, no estádio Gigante do Norte.

Birigui encerrou sua última passagem no Sinop em agosto do último ano, e agora assumirá no lugar de Edilson Júnior, que deixou o cargo após a goleada, por 3 a 0, para o Sorriso na estreia do Estadual. Edilson ficou no Sinop praticamente um mês e fez um jogo oficial.

Na última temporada, o treinador acumulou nove jogos na temporada, com quatro vitórias, dois empates e três derrotas. Montou um time competitivo, com equilíbrio em todos os setores. Adotou discurso de jogar um futebol ‘moderno’ com o time entrosado. Conseguia fazer jogadas em que a bola passava de ‘pé em pé’, até chegar no ataque, sem chutões e rifar a bola.

Agora, assume o time em uma situação bem diferente da que deixou. Sem conseguir sucesso nas competições nacionais e regionais na temporada 2020, o Sinop ainda patina em problemas. Além de dificuldades financeiras, dentro das quatro linhas a equipe vem de resultados negativos. Pelo Estadual, perdeu os dois jogos que disputou e ocupa a última colocação. Foram cinco gols sofridos e nenhum marcado.

Desde a saída de Birigui, esta será a quinta mudança de treinador. O primeiro a assumir e ser dispensado cerca de um mês depois foi Alexandre Carioca. O treinador comandou o Galo do Norte em apenas dois jogos no Campeonato Brasileiro da Série D e sofreu duas derrotas. Por algumas rodadas, o diretor Gabriel Ferri comandou a equipe interinamente.

Poucos dias depois, o Sinop contratou Adriano Rodrigues. No entanto, em pouco mais de um mês também foi dispensado, acumulando eliminações no Brasileiro da Série D, com campanha negativa, e quartas de final do Mato-grossense, diante do Nova Mutum, em casa.

Em seu lugar, o Galo do Norte acertou a chegada de Rubem Xavier Júnior, o “Bill”. O técnico comandou apenas dois jogos, ambos pela Copa Verde, somando uma vitória, por 4 a 0, e uma derrota, por 5 a 1, que resultou em eliminação. Um dos estopins para a dispensa precoce foi a derrota, por 2 a 1, para um time amador em amistoso. Em seguida, assumiu Edilson Júnior.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: Só Notícias/Guilherme Araujo/arquivo)