Esportes

Técnico do Figueirense diz que assistiu final da Copa Verde e elogia Cuiabá

O técnico do Figueirense, Pintado, elogiou o Cuiabá, próximo adversário da equipe catarinense no Campeonato Brasileiro da Série B. Os dois times se enfrentam neste domingo, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC). O treinador disse que assistiu ao primeiro jogo da final da Copa Verde, entre o clube mato-grossense e o Paysandu. Para Pintado, apesar da derrota por 1 a 0, o Cuiabá é uma equipe perigosa.

“Assistindo à primeira partida da final pude observar que é uma equipe muito bem armada. Muito difícil de ser batida. Já mostrou dentro do campeonato que, como visitante, é perigosa. Não conseguimos bons resultados dentro de casa, mas nosso momento é outro. Espero que o vento continue a nosso favor e que a gente consiga fazer um bom jogo contra uma equipe muito boa. Se está disputando uma final é porque tem méritos e a gente tem que ter humildade para respeitar”.

De fato, o momento do Figueirense é outro no Campeonato Brasileiro da Série B. Apesar de ainda estar na parte de baixo da tabela, o time catarinense, que chegou a ser o lanterna, não perde na competição desde o dia 4 de outubro. Desde então, foram seis empates e três vitórias, a última na terça-feira (12), contra a Ponte Preta, por 3 a 1. Com o resultado, a equipe saiu do Z4.

O Figueirense também quer aproveitar o foco do Cuiabá na Copa Verde. Garantido na Série B do ano que vem, mas sem chances de alcançar o G4, o Dourado deve poupar titulares para o jogo deste domingo.

“Vamos aguardar para ver qual será o grupo que vão trazer. De qualquer maneira, é muito forte. Quem não vem jogando, acaba dando algo mais. Sabemos que vamos enfrentar uma equipe muito difícil, mas depende da gente. Precisamos consertar alguns erros que a gente não pode cometer”, disse Pintado, em entrevista coletiva na Sala de Imprensa do Figueirense.

Cuiabá e Figueirense se enfrentam, a partir das 17h30 (horário de Mato Grosso). O Dourado está em 8º, com 50 pontos. Já o Figueira é o 16º, com 40.

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: assessoria/arquivo)