Esportes

Sauditas fazem proposta de R$ 33 milhões para tirar jogador do Santos

O Santos recebeu uma proposta de 6 milhões de dólares (R$ 33,5 milhões) do Al Hilal, da Arábia Saudita, por Yeferson Soteldo. A equipe saudita ofereceu 4 milhões de dólares agora e 2 milhões de dólares em outubro de 2021. Com o “não” do Peixe, os árabes prometem aumentar para pelo menos 7 milhões de dólares (R$ 39 mi) nos próximos dias.

O Alvinegro não descarta vender Soteldo, até porque deve ao Huachipato, do Chile, por sua contratação. O presidente em exercício Orlando Rollo tenta um acordo com a equipe após o presidente afastado José Carlos Peres não pagar um real sequer.

O Santos prometeu adquirir 50% dos direitos econômicos em 2019 por 3 milhões de dólares. Quando o Atlético-MG fez proposta neste ano, o Peixe se comprometeu a pagar os 50% atrasados mais os demais 50% por 6 milhões de dólares. O total, com juros e correção, está em quase 12 milhões de dólares (R$ 67 mi).

O Huachipato, porém, obteve vitória na Fifa referente ao primeiro “calote” de 2019 – o Alvinegro está impossibilitado novamente de registrar jogadores. A segunda negociação ainda não foi julgada pela federação internacional.

O Santos entrou em contato com o Huachipato por meio de videoconferência na última terça-feira, mas não houve avanço por acerto com o clube chileno até o momento.

Gazeta Esportiva (foto: Ivan Storti/assessoria)