Esportes

Santos não consegue empate com um a mais e se complica na Libertadores

O Santos perdeu por 2 a 1 para o The Strongest (BOL) na noite desta terça-feira, no Estádio Hernando Siles, em La Paz, pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores da América.

Os bolivianos fizeram valer a força na altitude de 3600 metros e abriram 2 a 0 no primeiro tempo, com Reinoso e Willie. O Peixe ficou com um a mais aos 23, na expulsão de Castillo, e diminuiu com um golaço de Felipe Jonatan no segundo tempo, mas não conseguiu o empate.

A derrota complica o Peixe, que fica com seis pontos no Grupo C, agora empatado com o The Strongest. O Boca Juniors (6) receberá o líder Barcelona de Guayaquil (9) na quinta-feira, em La Bombonera.

O Santos precisa vencer o Barcelona no Equador na última rodada para ter chance de avançar às oitavas de final. O The Strongest visitará o Boca em Buenos Aires. As partidas estão marcadas para 26 de maio.

O Santos tentou frear a pressão do The Strongest nos minutos iniciais, mas sucumbiu na altitude. A deficiência no jogo aéreo foi escancarada nos 3600 metros acima do nível do mar.

Pará, Kaiky, Luan Peres e Felipe Jonatan falharam feio nos dois gols dos bolivianos: o primeiro de Reinoso, aos 15 minutos, e o segundo de Willie, aos 22.

A derrota parecia certa até Castillo ser expulso aos 23. Com um a mais, o Peixe acordou e criou chances, principalmente num cabeceio de Kaio Jorge que passou raspando. Mas ainda foi pouco até o intervalo.

O Santos mudou tudo para a etapa final. Suspenso, o técnico Fernando Diniz se comunicou com o banco de reservas e orientou duas mexidas: saíram o zagueiro Kaiky e o meia Gabriel Pirani para as entradas dos atacantes Copete e Marcos Leonardo.

O Peixe continuou em cima do The Strongest e diminuiu com um golaço de Felipe Jonatan. O lateral-esquerdo aproveitou rebote de fora da área e encheu o pé aos 19 minutos jogados.

O Alvinegro até esboçou a reação, mas não conseguiu o empate. Os brasileiros cansaram e não conseguiram superar a forte marcação dos donos da casa, que por pouco não ampliaram. O início ruim foi decisivo para a derrota.

Gazeta Esportiva (foto: Ivan Storti/assessoria)