Esportes

Santos recebe o Athletico-PR para manter caça ao líder do Brasileirão

Neste domingo, às 16h (horário de Brasília), o Santos recebe o Athletico-PR na Vila Belmiro, em partida válida pela 18° rodada do Campeonato Brasileiro. Na segunda colocação com 36 pontos, o Peixe tenta se manter na cola do líder Flamengo, ao passo que o Furacão, com 25, volta as atenções para a competição após garantir vaga na final da Copa do Brasil.

O Alvinegro só retomaria a liderança em caso da improvável (para não dizer impossível) vitória por 12 gols de diferença. O time da Baixada Santista está a três pontos e 11 de saldo do Rubro-Negro depois dos 3 a 0 sobre o Avaí.

Para essa partida, o técnico Jorge Sampaoli não poderá contar com Soteldo, Jorge, Derlis González e Cueva (todos convocados para suas respectivas seleções) e Victor Ferraz, que além de suspenso, tem um trauma no joelho.

Com os desfalques, Carlos Sánchez pode ganhar uma chance na equipe. Reserva nas duas últimas partidas, o meio-campista perdeu espaço, mas a tendência é que volte a ser utilizado neste domingo. Os titulares, contudo, não foram confirmados pelo treinador, que preferiu manter o mistério e liberar para a imprensa apenas os 10 primeiros minutos dos treinamentos.

O Peixe tem o retrospecto a seu favor neste duelo. Isso porque, jogando na Vila, a equipe alvinegra não perde para o Furacão há 13 anos. O último triunfo dos paranaenses foi pelas quartas de final da Libertadores, em 2005, pelo placar de 2 a 0.

Pelo lado do Athletico, o clima ainda é de euforia. Após garantir uma classificação histórica para a decisão da Copa do Brasil ao bater o Grêmio nos pênaltis, o técnico Tiago Nunes deve levar uma equipe alternativa a campo neste domingo.

A primeira partida da final da Copa do Brasil, na Arena da Baixada, está marcada já para a próxima quarta-feira. Assim, embora ainda não haja nenhuma confirmação, a tendência é que algumas peças importantes do Furacão sejam preservadas. Além disso, uma baixa é certa: o lateral-esquerdo Abner Vinícius, que foi convocado para a Seleção Brasileira sub-23.

Gazeta Esportiva (foto Sergio Barzaghi)