segunda-feira, 27/maio/2024
PUBLICIDADE

Rogério Ceni volta ao São Paulo hoje pelo brasileirão

PUBLICIDADE

A volta do goleiro Rogério Ceni é o principal trunfo para o técnico Ricardo Gomes superar os quatro desfalques do São Paulo nesta rodada do Campeonato Brasileiro. Depois de se ausentar por contusão nas duas partidas passadas do Tricolor, o capitão retorna ao time no duelo da noite desta quarta-feira, às 21 horas (de Brasília), contra o Coritiba, no estádio do Morumbi.

Contar novamente com seu líder é a forma de o São Paulo tentar seguir forte na perseguição ao Palmeiras na busca pelo troféu nacional. "Eu conto com bons goleiros aqui, e o importante é ter todos à disposição. O Rogério exerce muita liderança, mas vinha sendo também substituído muito bem pelo Bosco", analisou o técnico Ricardo Gomes.

Nesta quarta-feira, o treinador não poderá contar com Renato Silva, Miranda, Junior Cesar e Richarlyson, que cumprirão suspensão automática. O camisa 5, além de acumular três cartões amarelos, também está fora do time por ter se apresentado à seleção brasileira.

Desta forma, sem dois zagueiros titulares, Ricardo Gomes dá uma nova oportunidade a Rodrigo, que reencontra André Dias no setor. Para completar o trio, o volante Zé Luis será improvisado.

Já para suprir a ausência de Richarlyson, o treinador decidiu deslocar Jean para sua posição de origem, no meio-campo, e escalar o argentino Adrián González na direita. Do lado esquerdo, Jorge Wagner volta a cumprir a função de ala, enquanto Hugo assume a armação das jogadas com a confiança de que a escalação "desfigurada" não atrapalhará o Tricolor.

"Os jogadores estão acostumados a partidas em que não podemos perder, pois alguns que estão entrando já foram titulares no ano passado. Vai estar todo mundo preparado", analisou o meia, ciente de que o Tricolor está cinco pontos atrás do líder Palmeiras.

Adrián González, por sua vez, vê apenas uma opção para o São Paulo na partida. "Não temos alternativas. Se quisermos brigar pelo título, precisamos ganhar. Sabemos que será uma partida difícil, mas temos de superá-los com qualidade e futebol".

Já o Coritiba, que está estacionado na 15ª colocação, com 33 pontos, mostrou no segundo turno que poderia estar disputando outras posições e, quem sabe, até mesmo o título. Contando apenas a campanha do returno, o time estaria na quarta colocação, atrás exatamente do São Paulo. E é querendo mostrar que pode jogar de igual para igual que o técnico Ney Franco espera armar o time com a mesma postura das duas últimas vitórias no Alto da Glória.

"Avalio que o Coritiba vem em um bom momento e faz boa campanha no segundo turno. Os atletas entenderam a forma de jogar, fazem a parte tática muito bem. É o comprometimento dos atletas em fazer boa campanha na segunda fase", avaliou o comandante coxa-branca, que tem como objetivo alcançar o G-10. "Temos que ficar entre os 10 melhores do campeonato", projetou.

Para isso, pelo menos dois desfalques são certos para este jogo. O lateral Rodrigo Heffner e o atacante Rômulo foram vetados pelo departamento médico e estão fora da partida. Enquanto o ataque deve ser formado por Marcelinho Paraíba e Ariel Nahuelpan, a vaga na lateral pode ficar com Ângelo, ou mesmo Pedro Ken, abrindo um posto no meio-campo, possivelmente para Thiago Gentil, opção já testada diante do Internacional.

 

 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Abertas inscrições para Camarote do Autista em jogo entre Cuiabá e Internacional

A secretaria estadual de Assistência Social e Cidadania abriu,...

Strongman Marcos Ferrari puxa guindaste de 34 toneladas em Cuiabá

O strongman Marcos Ferrari, de 46 anos, puxou um...
PUBLICIDADE