Esportes

Reservas do Palmeiras empatam com o líder Atlético-MG no último jogo antes da final da Libertadores

Nesta terça-feira, o Palmeiras entrou em campo com uma equipe reserva e empatou por 2 a 2 com o Atlético-MG, no Allianz Parque, na última partida antes da final da Libertadores, que acontece no sábado. O jogo válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro foi bastante movimentado, com Wesley e Deyverson marcando para o time alviverde, enquanto Zaracho e Hulk fizeram para o Galo.

Preservados, Weverton, Mayke, Gustavo Gómez, Luan, Piquerez, Felipe Melo, Danilo, Zé Rafael, Raphael Veiga, Gustavo Scarpa, Dudu e Rony nem sequer foram relacionados para a partida desta terça.

O primeiro tempo foi bastante movimentado no Allianz. Mesmo com um time bastante alternativo, o Verdão começou melhor e abriu o placar com Wesley, após boa assistência de Gabriel Veron. O Galo acordou para o jogo e respondeu oito minutos depois, com Zaracho aproveitando rebote de Jailson para o meio da área.

A etapa final também foi eletrizante. Patrick de Paula viu Everson defender sua cobrança de pênalti, mas logo no lance seguinte deu assistência para Deyverson, que voltou a colocar o Alviverde na frente. Na sequência, os visitantes responderam com Hulk, que acertou belo chute para empatar. Os dois times ainda criaram boas chances para vencer o jogo, porém não foram precisos nas finalizações.

Com o resultado, o Palmeiras foi aos 59 pontos, na terceira posição. O time volta a campo pelo Brasileiro apenas na terça-feira da semana que vem, contra o Cuiabá, às 22h, na Arena Pantanal. Enquanto isso, o Atlético-MG chegou aos 75 pontos, mantendo a distância de oito pontos para o segundo colocado Flamengo. Na próxima rodada, o Galo recebe o Fluminense, no Mineirão, às 16h do domingo.

O jogo – A primeira chance da partida foi do Palmeiras. Deyverson encontrou Wesley, que avançou pela esquerda e finalizou para boa defesa de Everson. O Galo respondeu com Hulk, arriscou do meio-campo e tentou encobrir Jailson, mas a bola saiu à esquerda.

Na sequência, após falta batida da intermediária, Kuscevic desviou de cabeça e obrigou Everton a buscar no canto esquerdo. Aos 27 minutos, o Verdão abriu o placar. Gabriel Veron inverteu para Wesley, que trouxe a bola da esquerda para dentro e finalizou para colocar o time na frente.

Oito minutos depois, o Galo deixou tudo igual. Arana fez boa jogada pela esquerda, tabelou com Jair, finalizou e parou em defesa de Jailson. No rebote, Zaracho apareceu para mandar para dentro. Logo em seguida, Nacho cruzou para a área, Diego Costa desviou de cabeça e a bola raspou a trave.

Segundo tempo – No retorno do intervalo, Gabriel Menino bateu falta pela esquerda, Everson não achou nada pelo alto e a bola passou perto da trave. Aos sete minutos, Daronco marcou pênalti para o Palmeiras após consultar o VAR, entendendo que Nathan Silva cometeu infração ao bloquear chute de Danilo Barbosa com o braço. Na cobrança, Patrick de Paula bateu no canto esquerdo e Everson defendeu.

No entanto, logo no lance seguinte, o goleiro viria a falhar. Patrick cobrou escanteio aberto, Everson não conseguiu tirar, e Deyverson testou para a rede. A vantagem duraria pouco. Quatro minutos depois, Hulk pegou rebote da entrada da área e acertou chute forte no canto direito, sem chance para Jailson.

Na sequência, Nacho levantou pela direita e Hulk cabeceou na trave. O atacante voltou a finalizar a gol, dessa vez arrancando pela direita e parando em defesa de Jailson. O Palmeiras teve chance incrível para empatar, mas Victor Luis desperdiçou. Breno Lopes avançou pela direita e cruzou rasteiro para o lateral, que chegou batendo e mandou por cima do travessão.

Foi a vez de Keno levar perigo para o Galo, avançando pela intermediária e arriscando chute à esquerda do gol. Foi o última chegada dos visitantes, que também conseguiram neutralizar os contra-ataques do Verdão.

Gazeta Esportiva (foto: César Greco/assessoria)