Esportes

Operário tem um desfalque para final contra o Cuiabá e 10 jogadores pendurados

Se o Cuiabá chega à primeira partida das finais do Campeonato Brasileiro da Série C desfalcado do atacante Bruno Sávio e do meia Hiltinho, a vida do Operário (PR) não está mais fácil. O Fantasma, como é conhecido o time de Ponta Grossa, não poderá contar com o lateral-direito Léo, expulso no último jogo, e o técnico Gerson Gusmão ainda não sabe se poderá contar com o volante Índio e o atacante Lucas Batatinha, que serão avaliados fisicamente antes do jogo.

Outro problema para o treinador alvinegro é o número de jogadores pendurados com dois cartões amarelos. Alisson, Erick, Cleyton, Robinho, Schumacher, Xuxa, Quirino, Gil Paraíba, Raphael Soares e Rafinha são os 10 atletas que se forem amarelados não poderão disputar o jogo decisivo em Cuiabá.

Conforme Só Notícias já informou, pelo Cuiabá o atacante Bruno Sávio está contundido e sem previsão de retorno. O meia Hiltinho tomou o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão automática.

Cuiabá e Operário disputam a primeira final neste domingo às 14h30 (horário de Mato Grosso), em Ponta Grossa. O jogo será apitado pelo gaúcho Leandro Vuaden, que terá auxílio de Jorge Eduardo Bernardi e Leirson Peng Martins e do quarto árbitro Roger Goulart, todos da Federação Gaúcha. O quinto árbitro será o paranaense Weber Felipe Silva.

A partida decisiva será no dia 22, um sábado, na Arena Pantanal. A diretoria do Dourado já começou a vender os ingressos com preços promocionais de até R$ 5.

Só Notícias/Marco Stamm