domingo, 25/fevereiro/2024
PUBLICIDADE

Nova Mutum disputa 2ª etapa dos Jogos Escolares Regionais em Nobres

PUBLICIDADE

Depois do sucesso da etapa de lançamento, realizada em Paranatinga, com os municípios da região Norte do Estado, o esporte estudantil reabre o 1º Jogos Escolares Regionais de Mato Grosso, na noite de amanhã. Desta vez, a sede será a cidade de Nobres, onde acontecerá a segunda etapa da competição (região Médio Norte), com a duração de sete dias.

À frente da promoção deste jogos, o Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Esportes e Lazer e Secretaria de Educação, com a parceria da Prefeitura Municipal de Nobres, espera a presença de 1.000 alunos de 15 municípios da região em uma competição que vai desta sexta-feira, até o dia 24, com disputas nas modalidades de futsal, handebol, vôlei e basquete, tanto no masculino, como no feminino.

Meninos e meninas de até 14 anos, da futura geração do esporte estudantil tomarão parte da competição. Estão confirmadas escolas de Nova Mutum, Campo Novo do Parecis, Juína, Juara, Nortelândia, Jangada, Acorizal, Nova Maringá, Barra do Bugres, Tangará da Serra, Rosário Oeste, Arenápolis, Sapezal e Nova Olímpia, além da cidade sede (Nobres). Destas, a maior delegação é a Tangará, com seis escolas e representantes em todas as modalidades e naipes. As finalistas (campeãs e vice) terão o passaporte garantido para a etapa estadual do 1º Jogos Escolares.

A solenidade inaugural da segunda etapa está marcada para as 19 horas amanhã, no ginásio da Praça Esportiva Municipal, onde deverão estar presentes o secretário Baiano Filho, o prefeito municipal Flávio Dal Molin e representante da Seduc. Em seu discurso, Baiano Filho vai destacar a importância dos Jogo Escolares, como um meio de valorizar e descobrir os talentos de nível estudantil.

“A realização destes jogos é mais um sonho realizado. Mato Grosso agora tem uma forma de incentivar o esporte mirim-infantil e começar a descobrir mais cedo seus valores. Acredito que no futuro, iremos colher bons frutos por estar incentivando o esporte de base”, apostou o secretário. Ele observou que “por se tratar de uma competição de incentivo, não são cobrados resultados já que o mais importante é participar”.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE