Esportes

Mutum faz bom jogo, mas só empata com o Vila Nova e está eliminado da Copa Verde

E chegou ao fim a passagem do Nova Mutum na Copa Verde. O Azulão da Massa recebeu o Vila Nova no estádio Valdir Doilho, há pouco, pela semifinal da competição e ficou apenas no empate de 1 a 1. A equipe mato-grossense precisava vencer por três gols de diferença para levar o duelo às penalidades, ou vencer por quatro gols de diferença, ou mais para garantir uma vaga à final. No primeiro jogo o Colorado abriu uma vantagem de 3 a 0.

Apesar do resultado adverso, o Mutum teve uma grande campanha na competição. O Azulão da Massa surpreendeu após eliminar nas quartas de final o atual campeão, o Brasiliense, nos pênaltis. Depois de perder o primeiro jogo pelo placar mínimo, no jogo de volta, venceu com um gol aos 40 minutos da segunda etapa, e nos pênaltis, o goleiro Gabriel brilhou com três defesas e colocou o time na próxima fase.

O jogo que marcou a despedida do técnico Dema, foi o último do Azulão da Massa na temporada. Além da troca no comando técnico, o Nova Mutum inicia um processo de reestruturação para a próxima temporada e cerca de 11 novos jogadores devem ser anunciados em breve pelo clube, segundo informou recentemente o presidente do clube, Anir Siqueira, ao Só Notícias.

Já o Vila Nova agora se concentra 100% no torneio com o fim da Série B, onde alcançou o 9º lugar. O Tigrão conhece o adversário da grande final no próximo sábado, quando Remo e Paysandu fazem o segundo jogo. A primeira partida ficou 2 a 2.

O jogo – o Nova Mutum chegou primeiro no ataque aos 6 minutos de jogo. Após cobrança de Wandinho, Jô cabeceou a bola por cima da meta do goleiro Georgemy. No minuto seguinte, Romário aproveitou saída errada de bola do time goiano, mas errou na finalização.

Aos 8 minutos de jogo o Vila Nova chegou com mais perigo. Em cruzamento na área de André Koebel, Clayton sem marcação meteu a cabeça na bola e acertou o travessão. O ritmo seguiu bom, e logo depois o Mutum respondeu com Wandinho, que chutou cruzado obrigando Georgemy a fazer uma boa defesa com os pés.

Após um começo melhor do Vila Nova, o jogo na metade do primeiro tempo esfriou. O Colorado com o resultado a seu favor não pressionava com tanta intensidade, enquanto o time mato-grossense tinha dificuldades para chegar no ataque.

Perto dos 30 minutos dois lances parecidos aconteceram. Primeiro foi o Nova Mutum, após Wandinho chegar no ataque com velocidade, cair e pedir um pênalti, mas o juiz mandou o jogo seguir. Segundos depois foi Diego Tavares pelo Vila Nova, no contra-ataque ele invadiu a área e caiu, pediu pênalti, mas outra vez o árbitro mandou o jogo continuar.

Com 37 minutos de partida o Mutum chegou assustando. Após deixada para trás de Ballester, Romário pegou um bom chute de fora da área forçando o goleiro do time goiano a fazer uma ótima defesa.

Na reta final do primeiro tempo, o Vila Nova voltou a tomar as principais ações do jogo. O Colorado pressionava e tentava furar o bloqueio do Azulão da Massa, que resistia e defendia sua meta interceptando as bolas lançadas na área.

Assim como terminou o primeiro tempo, na segunda etapa o Vila Nova começou oferecendo mais perigo ao Nova Mutum. Logo nos primeiros minutos o time goiano assustava com mais bolas na área. Até que aos 8 minutos, depois de mais um cruzamento na área, Tiago Real cabeceou e parou em boa defesa do goleiro Gabriel, mas no rebote Alesson aproveitou e estufou a rede, abrindo o marcador no estádio Valdir Doilho.

Mas não deu muito tempo para comemorar, já que aos 15 o atacante Romário recebeu um bom cruzamento e de cabeça exigiu uma defesa do goleiro Georgemy, mas ficou com o rebote e em seguida teve apenas o trabalho de empurrar a bola para o fundo do gol, deixando tudo igual.

E o Nova Mutum não parou por aí, e chegou muito perto do empate nos minutos seguintes. Ballester mandou uma bola para área e o goleiro da equipe goiana se atrapalhou, mas a defesa do Vila afastou. Um minuto depois, Ballester outra vez assustou, dessa vez com um chute rasteiro, mas teve o chute interceptado quase em cima da linha.

Com 24 minutos de jogo o Vila Nova perdeu um jogador. Rafael Silva, que havia acabado de entrar, foi expulso por reclamação.Com um jogador a mais, o Mutum melhorou no jogo. O Azulão passou a pressionar o time goiano até o final da partida, mas tinha  dificuldades para concluir o último passe. O Vila Nova com a classificação encaminhada, apenas segurou o resultado e confirmou sua vaga na grande final.

Redação Só Notícias (foto: Eliseu Siqueira/assessoria)