Esportes

Mudança para conclusão do Estadual abre brecha para ação judicial do Mixto

A diretoria do Mixto já digeriu muito bem a queda para a Segunda Divisão do Campeonato Mato-grossense do próximo ano. O que o clube não aceita é o possível descumprimento do regulamento do Estadual da Primeira Divisão, interrompido na primeira quinzena de março e tende e ser retomada em novembro e dezembro.

Na volta quase no fim da temporada, os oito clubes classificados podem contratar novos jogadores para disputar o mata -mata, visando já também o início da temporada de 2021.

A abertura para inscrever novos reforços é o caminho para que o campeonato deste ano pare na Justiça Desportiva ou até mesmo na comum.

Desde semana passada, alguns dirigentes alvinegros já estudam contratar uma banca de advogados para estudar todo o regulamento e caso seja descumprindo algum artigo da competição recorrerá contra sua queda para a Segundona.

“O Mixto até concorda ser rebaixado. Foi dentro de campo, na bola. O que não aceitamos é a federação burlar o regulamento do Estadual deste ano. Se mudar alguma coisa, iremos buscar à Justiça”, disse um dirigente mixtense.

A Gazeta (foto: Gil Gomes/assessoria)