Esportes

Mixto vence o Berga pelo Mato-grossense

O Mixto não precisou se esforçar muito para derrotar o Berga na rodada dupla de ontem, no Verdão. E a vitória foi conquistada de virada em jogo fraco com as duas equipes não mostrando nenhuma motivação. É que elas praticamente já estão confirmadas para a repescagem do estadual por estarem fazendo uma primeira fase muito ruim no campeonato.

As duas equipes entraram em campo muito mais com o objetivo de tentarem se acertar para a repescagem. E querendo mostrar um pouco de serviço, o Berga foi o primeiro a se atirar no ataque em busca do gol e levando sério perigo ao gol de Wágner.

A primeira oportunidade de gol acabou surgindo apenas aos 7 minutos. E foi para o Berga, que iniciou a competição na última colocação do grupo B com apenas dois pontos ganhos conquistado em dois jogos contra o Cuiabá. O gol nasceu em cobrança de falta sofrida por Felinto. Simoney, um especialista em chutes de longa distância cobrou com perfeição não dando nenhuma chance ao goleiro Wágner.

O gol fez o Mixto acordar em campo. Tanto que o time foi se impondo perante um adversário muito fraco e se impondo na partida. Mas o gol de empate só foi acontecer aos 17 minutos. Cleiton Rato entrou em velocidade na área do Berga e chutou com força. O goleiro Deivid soltou a bola, permitindo que o oportunista Washington surgisse em velocidade para tocar para o fundo da rede.

Com o empate o jogo acabou ficando melhor. As duas equipes passaram a avançar, procurando o gol e tocando a bola em velocidade. Aos 24 minutos, Fabrício, de fora da área acerta um belo chute na trave.

O Mixto era bem melhor em campo, dominava a partida, envolvia o adversário que começava a demonstrar um certo cansaço. Mas a equipe da Vargas só foi conseguir virar o placar aos 43 minutos. Valdo avançou até a linha de fundo em velocidade e cruzou com perfeição para Washington apenas completar para o fundo da rede.

Na fase complementar, o Berga voltou com duas modificações. Nikita deixou a equipe mais ofensiva tentando buscar o empate. Mas esbarrava na forte retranca mixtense que recuou muito seus jogadores, demonstrando que estava satisfeito com o resultado.

O jogo caiu de produção. Aos 7 minutos, mesmo procurando pouco a vitória, criou uma ótima oportunidade de ampliar o marcador com Cleiton Rato que livre de marcação chutou para fora.

Mesmo não mostrando um bom futebol, jogando apenas para garantir o resultado, o Mixto era melhor e aos 31 minutos conseguiu ampliar o marcador para 3 a 1. Washington, o melhor jogador da equipe entrou em velocidade, chegou na pequena área e apenas serviu para o estreante Xein completar para o fundo da rede.
Depois foi só continuar recuado esperando o apito final para garantir a vitória diante do frágil Berga.