Esportes

Inter goleia o Aimoré e dorme na liderança do Gauchão

O Internacional está volta à liderança do Campeonato Gaúcho. No último teste antes da estreia na Libertadores de 2021, o Colorado venceu o Aimoré por 6 a 1, nesta quarta-feira, no Cristo Rei, em São Leopoldo, e vai dormir na ponta da tabela.

A equipe do técnico Miguel Ángel Ramírez abriu o placar aos 18 minutos do primeiro tempo com um golaço de Heitor. Aos 39, Thiago Galhardo ampliou ao cobrar pênalti de cavadinha. Antes do intervalo, o volante Marabá, do Aimoré, e o zagueiro Víctor Cuesta, do Inter, foram expulsos. Na segunda etapa, Patrick desperdiçou um pênalti, mas Galhardo, duas vezes, Guerrero e Thcarles, contra marcaram. Darlan descontou para os mandantes.

Com o resultado, o Internacional assumiu a liderança do Gauchão, com 20 pontos. O vice-líder Grêmio tem 17, mas disputou duas partidas a menos. Já o Aimoré segue na sexta posição, com 13 pontos.

Agora, o Inter muda o foco para a estreia na Copa Libertadores, na terça-feira, contra o Always Ready, da Bolívia, fora de casa. O Aimoré, por outro lado, só volta a campo no dia 25, quando visita o São Luiz, pela 11ª rodada do Campeonato Gaúcho.

O jogo – Aimoré e Internacional fizeram um confronto movimentado no Cristo Rei. Logo na primeira chance clara que criou, o Colorado inaugurou o marcador. Aos 18 minutos, Patrick recebeu de Galhardo e chutou, exigindo defesa de Raul. Na sequência, Moisés dividiu com a marcação e a bola sobrou para Heitor, que soltou uma bomba e estufou as redes.

Os donos da casa não sentiram o gol e pressionaram o Inter nos minutos seguintes, criando chances com Isaías e Neto Baiano, mas não foram capazes de empatar. A falta de efetividade custou caro, já que Praxedes sofreu pênalti de Bruno Ferreira aos 38 minutos. Thiago Galhardo, de cavadinha, converteu.

Pouco depois, Marabá e Víctor Cuesta foram expulsos. Enquanto o volante recebeu o cartão vermelho por entrada forte em Edenílson, o zagueiro foi mais cedo para o vestiário por acertar o camisa 8 adversário.

No segundo tempo, o Inter teve outro pênalti a favor, já que Neto Baiano colocou a mão na bola dentro da área após cobrança de escanteio aos dois minutos. Patrick, no entanto, bateu mal e chutou por cima do gol.

O meia colorado se redimiu três minutos depois. Patrick recebeu pela direita, passou pela marcação e encontrou Galhardo dentro da área, que só teve o trabalho de dominar e tocar de pé esquerdo para ampliar. O Aimoré respondeu aos nove, quando Darlan diminuiu de cabeça.

Acontece que o time mandante não teve chance nem de esboçar uma reação. Aos 16 minutos, Thiago Galhardo aproveitou o vacilo de Denoni, roubou a bola, invadiu a área, driblou o goleiro Raul e anotou seu terceiro tento no jogo.

Nos minutos finais, o Inter marcou mais duas vezes. Primeiro, Tcharles mandou contra o próprio patrimônio ao tentar cortar chute de Caio Vidal. Nos acréscimos, Paolo Guerrero passou por Darlan e marcou seu primeiro gol desde agosto de 2020.

 

 

Gazeta Esportiva (foto: Ricardo Duarte/assessoria)