Esportes

Grêmio vence Athletico-PR e garante vaga na Libertadores

Pela sexta vez consecutiva, o Grêmio disputará a Copa Libertadores da América. Neste domingo, o Tricolor gaúcho venceu o Athletico-PR por 1 a 0, pela 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, em Porto Alegre, e garantiu vaga no torneio continental.

Após criar pouco no primeiro tempo, o time de Renato Portaluppi melhorou na segunda etapa e triunfou graças ao gol de Thaciano, em um arremate forte aos 31 minutos.

Com o resultado, o Grêmio ultrapassou o Palmeiras e subiu para a sexta colocação, com 59 pontos. A pontuação garante o Tricolor na Pré-Libertadores. O clube gaúcho ainda pode buscar um lugar na fase de grupos do torneio caso conquiste a Copa do Brasil. O Athletico-PR, por outro lado segue em nono, com 50 pontos. Com o empate entre Santos e Fluminense, o Furacão não possui mais chances de ir à Libertadores de 2021.

O jogo – O Athletico-PR foi melhor no primeiro tempo, mas foi o Grêmio quem criou a primeira oportunidade. Aos sete minutos, Pepê recebeu pela esquerda após uma boa troca de passes da equipe gaúcha e cruzou para Isaque, que cabeceou para fora. No lance seguinte, o Furacão respondeu com Jadson, que recebeu de Abner dentro da área, mas acabou travado no momento da finalização.

Aos 19 minutos, Paulo Victor foi exigido pela primeira vez. O goleiro gremista precisou fazer uma boa defesa em chute cara a cara de Léo Cittadini. Aos 27, o camisa 1 também impediu o meia do Rubro-Negro de receber lançamento dentro da área, ao sair bem e tirar a bola de soco.

Nikão foi outro que tentou inaugurar o marcador. O camisa 11 do Furacão levou perigo aos 30 minutos, quando recebeu cruzamento de Jonathan e cabeceou firme, tirando tinta da trave esquerda de Paulo Victor.

Na segunda etapa, o Grêmio equilibrou o confronto. Jadson quase marcou em cobrança de falta, acertando o travessão aos seis minutos. Pouco depois, os donos da casa responderam com Jean Pyerre, que dominou na entrada da área e bateu colocado, mas Santos fez uma linda defesa e mandou para escanteio.

Artilheiro do Tricolor gaúcho na temporada, Diego Souza até balançou as redes, mas o lance foi invalidado. Aos 13 minutos, o camisa 29 roubou a bola de Santos e marcou, mas a jogada foi paralisada por falta do atacante no goleiro.

O primeiro gol do embate quase foi contra. Aos 18 minutos, Christian cruzou para área e Paulo Miranda desviou para trás. PAra sorte do zagueiro, Paulo Victor estava atento e conseguiu dar um tapa para escanteio.

Para finalmente abrir o placar, o Grêmio cotnou com um dedo do técnico Renato Portaluppi. Aos 31 minutos, Diego Churín, que havia cabado de entrar em campo no lugar de Diego Souza, finalizou de fora da área. A bola desviou em Pedro Henrique e sobrou para Thaciano, que substituiu Darlan. Dentro da área, o meia-atacante chutou forte no alto para superar o goleiro Santos.

Após o apito final, o zagueiro Thiago Heleno e o volante Richard foram expulsos por reclamação.

Gazeta Esportiva (foto: assessoria)