Esportes

Gatito falha, Atlético-PR supera o Botafogo e sonha com Libertadores

O Atlético-PR se recuperou da derrota na rodada passada e venceu por 1 a 0 o Botafogo, neste sábado, no estádio Nilton Santos, pelo Campeonato Brasileiro. Com o resultado, os paranaenses chegaram a 45 pontos e voltam a sonhar com a classificação para a Libertadores. Já os alvinegros, com 51, perderam a chance de encostar no G-4 da Série A.

Em um jogo fraco tecnicamente, o confronto foi decidido em falha individual do goleiro Gatito Fernández, ainda no primeiro tempo. O Atlético-PR chegou ao gol com Guilherme, que finalizou e viu o paraguaio tentar a defesa, mas deixar a bola passar entre suas mãos.

Na próxima rodada, o Atlético-PR vai até Campinas para encarar a Ponte Preta, na quarta-feira. No dia seguinte, o Botafogo tenta se recuperar contra o Atlético-GO, novamente no Nilton Santos.

 

Mesmo sob a chuva que caia no Rio de Janeiro, as duas equipes começaram a partida em ritmo acelerado. A primeira chance do jogo aconteceu aos cinco minutos, em chute de longe de João Paulo que passou sobre o travessão. Três minutos depois, o Atlético-PR respondeu da mesma forma, com Guilherme.

O panorama da partida seguiu o mesmo até os 21 minutos, quando o Botafogo chegou com Marcos Vinícius. O meia chutou da entrada da área, viu a bola desviar na zaga e facilitar a defesa de Weverton. Novamente, os paranaenses responderam em seguida. Guilherme, mais uma vez, finalizou de longe e obrigou Gatito Fernández a espalmar para frente do gol. Para a sorte dos donos da casa, a zaga carioca tirou o perigo.

Mais organizado, o Atlético-PR chegou ao gol aos 30 minutos. Após boa jogada de Pablo, o meia tocou para Guilherme, que chutou para o gol. O goleiro Gatito Fernández tentou a defesa, mas deixou a passar. O paraguaio ainda se esticou na tentativa de impedir que a bola passasse pela linha, mas o gol foi validado pela arbitragem.

O Botafogo sentiu o revés e passou a errar muitos passes. A torcida começou a vaiar o time, que viu o Atlético-PR dominar as ações no confronto. Somente aos 44 minutos, os donos da casa conseguiram criar boa chance. No entanto, Rodrigo Pimpão desperdiçou a oportunidade de empatar ao finalizar para fora. Assim, os visitantes foram com a vantagem para o intervalo.

No segundo tempo, o Botafogo pressionou desde os primeiros minutos. No entanto, os alvinegros seguiam tendo dificuldade nos passes e não incomodavam o goleiro Weverton. O Atlético-PR recuou e não buscava os contra-ataques.

A primeira boa chance da etapa final aconteceu aos 18 minutos, em raro avanço dos vistantes. Após boa troca de passes, Lucas Fernandes chutou, mas Gatito Fernández fez a defesa. Já o Botafogo, só conseguiu chegar com perigo aos 31. Leo Valencia cruzou e Guilherme cabeceou sozinho, mas a bola foi pela linha de fundo.

Nos minutos finais, os donos da casa rondaram a área paranaense, mas pararam na retranca paranaense. Os visitantes conseguiram segurar o Botafogo para conquistar importante vitória fora de casa.