Esportes

Gallo deixa Lusa e assume comando do Santos

Com três meses de atraso, o técnico Wanderley Luxemburgo viu sua vontade tornar-se realidade no Santos. Ontem à noite a diretoria do clube confirmou a contratação de Gallo para o lugar de Oswaldo de Oliveira, demitido na noite de domingo.

O novo treinador do Peixe deixa a Portuguesa e já deve assistir nesta quarta-feira o jogo contra o Santo André, no estádio Bruno José Daniel, pela 14ª rodada do Campeonato Paulista.

Gallo foi assistente-técnico do Santos no ano passado, a pedido de Luxemburgo. Após ter confirmada sua saída para o Real Madrid, o técnico indicou o nome de Gallo para sucedê-lo no cargo, mas a diretoria julgava o então assistente muito inexperiente.

A vinda do novo técnico foi acertada nesta terça-feira, após as recusas de Tite, Nelsinho Baptista e Muricy Ramalho. Apesar de não confirmado oficialmente, o Santos oferecia um contrato a curto prazo, já que pretende acertar com outro técnico após o Paulista. O nome seria Emerson Leão, que recusou a saída do São Paulo neste momento. Além dele, a diretoria espera Luxemburgo ou Carlos Bianchi.

Desta forma, a diretoria santista buscou uma alternativa já conhecida para ‘tampar o buraco’. Gallo foi bastante elogiado pelo trabalho que fez na Portuguesa nos últimos dois meses. Ele assumiu o time na sétima rodada do Paulista, quando o time rubro-verde ocupava a lanterna do Estadual, com dois pontos.

No comando da equipe do Canindé, Gallo estreou com vitória sobre o América, amargou uma série de tropeços (empates contra União Barbarense e União São João, e derrotas diante de Inter e Marília) e só se reabilitou nas últimas duas rodadas, quando viu o time vencer Palmeiras e Atlético Sorocaba.

Além da Portuguesa, Alexandre Tadeu Gallo dirigiu o Villa Nova em 2004, quando foi quinto colocado no Campeonato Mineiro. O novo técnico do Santos será apresentado às 11 horas desta quarta-feira na Vila Belmiro.

Nesta tarde, Gallo comandou o último treino na Portuguesa, participou de uma reunião com dirigentes da equipe e anunciou a transferência para o Peixe. Oficialmente, ele disse que não há nada certo, faltando ‘alguns detalhes’, mas nesta noite, ele viajou para a Baixada, onde terá uma reunião para encerrar estes ‘detalhes’, que é a multa de rescisão de contrato com a Portuguesa.

O novo técnico atuou pelo Santos como jogador entre 1992 e 1995. Como atleta, ele ainda jogou no Botafogo-SP, Vitória, Portuguesa, Guarani, São Paulo, Botafogo, Atlético-MG e Corinthians, onde encerrou a carreira em 2001.

Depois disso, ele participou de um curso de formação na Universidade Federal de Minas Gerais para iniciar a carreira de técnico. Em 2002, foi ‘estagiário’ de Carlos Alberto Parreira no Corinthians. No ano seguinte, Gallo foi auxiliar-técnico de Dario Pereyra no Grêmio. Em 2004, ele teve a primeira experiência como técnico no Villa Nova-MG, antes de ser trazido para o Santos, a pedido de Luxemburgo, como auxiliar-técnico.

Na equipe, ele teve a companhia de Serginho Chulapa, que comanda o Peixe na partida de quarta-feira, e comemorou o título brasileiro. Com a saída de Luxemburgo, Gallo chegou a ser indicado para a diretoria, mas permaneceu como auxiliar de Oswaldo de Oliveira até 14 de fevereiro, quando acertou a ida para a Portuguesa. Durou apenas 40 dias no Canindé, antes do retorno à Vila Belmiro, agora como técnico.