domingo, 3/março/2024
PUBLICIDADE

Fluminense vence, sobe na tabela e complica o Atlético/MG

PUBLICIDADE

O Fluminense derrotou o Atlético/MG por 2 a 1, neste domingo, no Mineirão, na estréia do técnico Marco Aurélio no comando do Galo. O Tricolor começou na frente com Leandro, que acertou belo chute de longa distância, já no segundo tempo. Rodrigo Fabri empatou para o time da casa, mas, aos 32, Gabriel Santos selou a vitória do Flu.
Com a vitória, a segunda consecutiva no Campeonato Brasileiro, o time do técnico Abel Braga sobe para a sexta colocação na tabela, somando os mesmos 31 pontos de Santos e Botafogo. Por sua vez, a situação do Atlético/MG, que não vence desde a goleada por 4 a 1 contra o Fortaleza em 20 de julho, já começa a ser desesperadora.

O Atlético/MG só não é o lanterna do Brasileirão porque ainda leva vantagem no critério de desempate contra o Paysandu. O Galo tem os mesmos 13 pontos ganhos do time paraense, figurando em vigésimo primeiro. Na quarta-feira, o time de Marco Aurélio tenta se recuperar contra o Coritiba, no Couto Pereira. O Flu recebe o Fortaleza no dia seguinte.

O Jogo – Embora a partida tenha começado parelha, com o Atlético/MG atacando, era o Fluminense quem chegava com mais contundência, criando mais chances de gol no primeiro tempo. A melhor delas veio em uma cobrança de falta de Juan, aos 29 minutos. Danrlei desviou o chute colocado, a bola beliscou o travessão e saiu.

Aos 42, Luís Mário fez uma das melhores jogadas do Galo em toda primeira etapa. Pela direita, ele cortou para dentro da área e chutou por cima do gol de Kléber. O Flu cresceu em seguida. Felipe obrigou boa defesa de Danrlei aos 43. Depois, em contra-ataque rápido, Tuta limpou o zagueiro dentro da área, mas errou a conclusão.

O Tricolor carioca voltou bem armado do intervalo. Aos 6 minutos, Schneider recebeu da direita e chutou firme; Danrlei espalmou para escanteio. No minuto seguinte, não teve jeito: Leandro acertou um belo chute de longa distância e estufou as redes para o Fluminense: 1 a 0. Em desvantagem no placar, o Galo partiu para cima dos visitantes.

Aos 11, Esquerdinha rolou para Luís Mário, que errou o alvo em chute de fora da área. O técnico Marco Aurélio sacou George para a entrada de Euller. A alteração surtiu efeito. Em seu primeiro lance, aos 17, o Filho do Vento fez bela enfiada para Rodrigo Fabri – que havia substituído Renato no intervalo -, ele girou e tocou no canto de Kléber: 1 a 1.

Mas a reação parou por aí. Aos 32 minutos, Gabriel Santos cabeceou forte após cruzamento de Leandro e marcou o gol que decretaria a décima primeira derrota do Galo no Brasileirão. Depois disso, o nervosismo tomou conta do Alvinegro e o Fluminense, melhor em campo e sem abdicar do ataque, soube administrar a vantagem no marcador.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE