Esportes

Depois do empate em casa no mato-grossense, Juventude demite técnico

Depois de Elzo Coelho no Mixto, o Campeonato Mato-grossense fez mais uma vítima no final de semana. Na manhã de ontem, a diretoria do Juventude de Primavera do Leste demitiu o técnico Ney César. A queda de César aconteceu após o empate, em casa, diante do Vila Aurora em 1 a 1.

Com o resultado, o Juventude, bicampeão estadual em 2000 e 2001, somou dois pontos e é o lanterna da Chave Sul (C). Nas quatro partidas disputadas no turno do Estadual, Ney César obteve dois empates – Vila Aurora e Grêmio Jaciarense – e duas derrotas, uma em casa para o União e outra para o Barra, no Zeca Costa.

O supervisor de futebol do clube Augustinho Lourine disse ao jornal A Gazeta que a diretoria estuda uma lista de três nomes. O mais cotado para substituir César é Everton Goiano, que estava no Luziânia (DF).

Mas também fazem parte dos planos dos dirigentes o ex-goleiro da Seleção Brasileira, Carlos Gallo e Edson Porto, campeão mato-grossense pelo Juventude em 2000, que chegou a treinar o Brasiliense (DF).