Esportes

Cuiabá vence o Atlético Goianiense e deixa a zona de rebaixamento do Brasileirão

O Cuiabá acaba de vencer, por 2 a 1, o Atlético Goianiense, em partida remarcada da terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. O jogo foi disputado na Arena Pantanal e a vitória tirou o Dourado da zona de rebaixamento da competição. 

Agora, o Cuiabá tem 12 pontos e está em 15º lugar. A equipe ainda tem um jogo a menos, que foi remarcado por causa da Copa América. Já o Atlético-GO caiu uma posição e está em 11º, com 15 pontos. 

O Cuiabá volta a campo na próxima segunda-feira, novamente na Arena Pantanal, contra o Corinthians. Um dia antes, o Atlético encara o Santos, na Vila Belmiro. 

O jogo – O Cuiabá precisou de apenas quatro minutos para abrir o placar. Pepê pegou o rebote em defesa de Fernando Miguel e chutou com estilo para marcar o primeiro do Dourado. A situação da equipe ficou ainda mais confortável aos 11 minutos, quando o juiz, após checar o VAR, aplicou cartão vermelho em Willian Maranhão, deixando o Atlético-GO com um a menos. 

Em vantagem, o Cuiabá seguiu pressionando e teve três boas oportunidades entre os 19 e 22 minutos. Na melhor delas, Clayson chutou com efeito e acertou o travessão. O domínio mato-grossense continuou e, aos 41, Jenison recebeu na área, bateu de primeira e também carimbou o travessão. 

O Dragão voltou mais ligado para o segundo tempo e, logo aos 2 minutos, André Luís foi lançado, avançou e chutou, duas vezes, para marcar o gol de empate do Atlético-GO. O Cuiabá, então, voltou ao ataque. Aos 10, Guleherme Pato acabou finalizando sem força. Aos 20, foi a vez de Clayson invadir a área e chutar em cima de Fernando Miguel. 

Com uma nova ajuda do VAR, o Dourado chegou ao segundo gol. João Lucas recebeu lançamento e cabeceou no travessão. Na sobra, Elton empurrou para a rede, mas o gol só foi confirmado após o árbitro checar o vídeo. Pouco depois, o técnico do Atlético reclamou muito com a arbitragem e acabou sendo expulso. 

O Atlético-GO ainda teve uma chance, aos 34, com Toró. O atacante tentou o cabeceio, mas acabou mandando para fora. 

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: assessoria)