Esportes

Cuiabá lamenta ter que jogar sem torcida na Arena a decisão de vaga com Náutico na Copa do Brasil

O Cuiabá Esporte Clube criticou, esta tarde, o fato de jogar na quarta, pela Copa do Brasil, contra o Náutico, com portões fechados devido a falta de laudo da Vigilância Sanitária. O Dourado, que precisa vencer para se classificar o contava com apoio da torcida, considera que este é o jogo mais importante do ano. "O curioso é que se a Arena Pantanal ficar interditada para o público, o cuiabano, há menos de quatro anos estava assistindo a jogos da Copa do Mundo de futebol, não poderá mais assistir a partidas futebolísticas", criticou o clube, em nota. Na partida de ida, em Recife, o Náutico venceu por 2 a 1. Como na Copa do Brasil não há mais vantagens pelo gol fora de casa, o Cuiabá precisa vencer por dois gols de diferença para passar de fase. Caso vença por diferença de um gol, o jogo irá para os pênaltis. Qualquer empate ou vitória do Náutico, a equipe pernambucana garante a classificação.

O Estádio Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha, administrado pela prefeitura, também está interditado para o público em jogos profissionais, por falta de segurança. O Cuiabá lembra que "menos de um mês depois de a Arena Pantanal receber o jogo entre Fluminense e Flamengo, válido pela Copa do Brasil, a Arena foi interditada para o público devido à ausência de laudo da Vigilância Sanitária, que é de responsabilidade da secretaria Municipal de Saúde".

Neste final de semana a Arena Pantanal já não recebeu público, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Mato-grossense Eletromóveis Martinello, no jogo entre Ação e Dom Bosco. A prefeitura também não deu prazo para que se realize a Vigilância Sanitária.