Esportes

Cuiabá fica pressionado e com risco de rebaixamento no Brasileirão após ‘tropeço’ com Palmeiras

A reta final do Brasileirão promete ser dramática para o Cuiabá. Após uma caminhada regular durante o campeonato, o Dourado chega nas últimas partidas pressionado e com riscos reais de rebaixamento em sua primeira participação na elite do futebol brasileiro. O clube ocupa a 15ª colocação com 43 pontos e já possui 17% de chances de voltar a série B.

A ameaça pelo rebaixamento ganhou força, ontem, após o revés por 3 a 1 para o time do Palmeiras, que optou por jogar com o time alternativo depois da conquista do tri da Libertadores no último sábado. Nem mesmo o treinador Abel Ferreira esteve presente na Arena Pantanal.

Na mesma noite o Dourado viu o Z4 se aproximar ainda mais com a vitória do Juventude sobre o Bragantino. Com os três pontos o time gaúcho deixou a zona da degola e saltou a 14ª posição.

No retrovisor, o Cuiabá já vê o Athletico Paranaense com um ponto a menos. Logo atrás vem o Bahia, primeiro da zona da degola, esse com 40 pontos. Agora o Dourado se prepara para fazer o jogo da vida diante do Furacão na sexta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Em seguida o auriverde encerra sua jornada na Série A com mais duas partidas, em casa diante do Fortaleza, e por último diante do Santos na Vila Belmiro. Até o momento o Cuiabá acumula 9 vitórias, 16 empates e 10 derrotas. Foram 32 gols marcados e 35 sofridos.

Conforme Só Notícias já informou, o técnico Jorginho em coletiva após o duelo contra o Palmeiras ficou na bronca com a arbitragem. O comandante fez duras críticas ao reclamar de um possível pênalti em Elton, na segunda etapa, quando o jogo ainda estava 2 a 1. Ele também relembrou o gol mal anulado diante do Bahia, na última rodada, onde a CBF reconheceu o erro.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)