Esportes

Cuiabá estreia hoje na Série B do Brasileiro com time reformulado e reforçado

Depois de quase cinco meses sem jogar oficialmente, em virtude da pandemia do novo Coronavírus, o Cuiabá volta a campo esta noite pela abertura do Campeonato Brasileiro da Série B com um time reformulado, reforçado e sem nenhum desfalque causado pelo novo Coronavírus. A estreia será contra o Brasil de Pelotas às 18h15 (horário de Mato Grosso numa Arena Pantanal que, a exemplo dos demais estádios no país, estará fechada para o público. A partida será a primeira do calendário nacional no pós-pandemia.

Sem jogar desde 15 de março, quando o Campeonato Mato-grossense foi interrompido por causa da pandemia da Covid-19, o Cuiabá deu férias ao elenco, recesso de alguns dias, aplicou treinos para os atletas executarem em casa e há cerca de 15 dias retomou os treinos presenciais reforçado por oito novos jogadores que chegaram durante a paralisação.

Na semana passada, o Dourado foi a Goiânia para treinar coletivamente e realizar dois amistosos. Voltou invicto após empatar em 1 a 1 com o Atlético Goianiense e bater o Goiás por 2 a 0. Mais do que os bons resultados que empolgam a torcida, a pré-temporada forçada deu ao treinador Marcelo Chamusca uma base para iniciar as competições.

Somando os amistosos no estado vizinho e os treinos desta semana em Cuiabá, Chamusca demonstra preferência por começar jogando com João Carlos; Hayner, Éverton Sena, Anderson Conceição e Romário; Auremir, Rafael Gava e Elvis; Yago, Felipe Marques e Jenison.

O treinador ainda poderá contar com o atacante Felipe Ferreira, que chegou semana passada vindo da Ferroviária, e com o lateral-direito Lucas Ramon, que foi anunciado esta semana e que chegou do Coritiba.

Pela frente, o Dourado vai encontrar um Brasil de Pelotas com mais tempo de treinamento e com maior ritmo de jogo, uma vez que o Campeonato Gaúcho foi retomada no final de julho. Por outro lado, a fase no Xavante não é boa. O clube perdeu duas partidas e só venceu uma na retomada, terminando eliminado do Gauchão na 9ª colocação com apenas 11 pontos conquistados.

O técnico Hemerson Maria não tem conseguido repetir a escalação e tem variado o time. No último jogo optou por Rafael Martins, João Ananias, Leandro Camilo, Luis Felipe e Bruno Santos; Jacone, Sousa (João Siqueira), Revson e Simião (Hippolito); Luiz Henrique (Nathan) e Dellatorre (Wesley).

“Jogar contra o Brasil de Pelotas é sempre difícil. Já enfrentei a equipe várias vezes. É um time muito competitivo. Vamos ter que nos sobrepor ao adversário para conseguir os três pontos”, analisou Chamusca.

Só Notícias/Marco Stamm (foto: assessoria)