Esportes

Corinthians espanta sequência ruim e vence Bahia na estreia do returno

O Corinthians deu fim à sequência de três partidas sem vitória. O Alvinegro recebeu o Bahia neste sábado na Arena  e venceu a equipe tricolor por 2 a 1, em confronto válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time de Fábio Carille entrou provisoriamente no G4.

A partida contou com protagonismo do VAR, que agiu no primeiro gol de ambas as equipes. Aos 42 minutos da primeira etapa, Dewson Fernando Freitas da Silva assinalou penalidade para o Corinthians após revisão. Na cobrança, Love bateu com firmeza no ângulo para abrir o placar.

Na segunda etapa, foi a vez do Bahia ter um pênalti ao seu favor após interferência do árbitro de vídeo, aos 14 minutos em infração de Clayson. Na batida, Gilberto deslocou Cássio e deixou tudo igual. Quando a partida parecia se encaminhar para um empate, Pedrinho deu belo lançamento para Clayson dentro da área aos 29, o atacante contou com a falha de Nino Paraíba para colocar para dentro da rede.

Com a vitória, o Timão entra provisoriamente no G4 do Brasileirão com 35 pontos, ultrapassando São Paulo e Internacional, que somam 35 e 34 respectivamente. Os gaúchos ainda podem ultrapassar o Alvinegro caso vençam a Chapecoense, neste domingo, às 11h (Brasília), no Beira-Rio.

Já o Bahia perdeu a primeira após oito jogos invictos e desperdiçou a chance de entrar no G6. A equipe de Salvador estacionou nos 31 pontos na 7ª posição e ainda pode ser ultrapassada pelo Grêmio.

Mandantes saem na frente
Pressionados, os mandantes começaram com tudo para cima do Bahia, com duas bolas na trave nos primeiro dez minutos. Aos três, Pedrinho recebeu bom passe em profundidade de Ramiro pela direita. O jovem cruzou rasteiro e a bola chegou em Clayson na segunda trave. O camisa 25 tirou do goleiro mas acertou o poste. No rebote, a defesa baiana conseguiu afastar o perigo.

Cinco minutos depois, mais uma vez Pedrinho criou boa chance. O camisa 38 cruzou do lado direito, Clayson ajeitou de primeira para Sornoza bater. O equatoriano finalizou sem titubear e a bola bateu na trave esquerda.

Após a pressão inicial, os visitantes começaram a se encontrar na partida. Aos 24, Artur deu belo passe para Flávio que cruzou para Élber na entrada da área. O atacante dominou no peito e bateu com perigo por cima do gol.

No final primeira etapa, porém, foi o Corinthians voltou a ser mais perigoso e abriu o placar. Aos 42 minutos, Ralf tentou cruzamento dentro da área, mas a bola desviou no braço esquerdo de Juninho. Pênalti assinalado por Dewson Fernando Freitas da Silva após revisão do VAR. Na cobrança, Love bateu firme no ângulo esquerdo para abrir o placar.

Timão garante vitória
Atrás no placar, os visitantes voltaram com mais iniciativa na segunda etapa e logo foram recompensados. Aos 14 minutos, Artur cruzou e Gregore dividiu com Clayson na entrada da área. A bola acabou tomando trajetória perigosa e obrigou Cássio a fazer boa defesa. O lance, porém, foi revisado pelo VAR após a definição e o árbitro acabou assinalando pênalti por falta do atacante corintiano na jogada.

Na cobrança, Gilberto bateu com categoria, deslocando Cássio e colocando a bola no canto esquerdo da meta. O gol foi o 11º do camisa 9 no Campeonato Brasileiro, se consolidando na vice-artilharia do torneio.

Quando o jogo não mostrava boas investidas dos dois times, Pedrinho tirou um belo lançamento da cartola para desempatar a partida. Aos 29 minutos, o meia colocou pelo alto da intermediária mirando Clayson em profundidade. O atacante dominou dentro da área e tentou encobrir o goleiro. A bola passou por Douglas, mas se ofereceu para Nino Paraíba tirar. O lateral, porém, se complicou e na dívida, o camisa 25 do Timão deu uma casquinha para empurrar para o gol vazio.

Gazeta Esportiva (foto: assessoria/arquivo)