Esportes

Com um jogador a mais desde o início, Inter tropeça e perde para o Goiás

Neste domingo, o líder Internacional entrou em campo contra o Goiás e tropeçou por 1 a 0, no estádio Hailé Pinheiro. Com uma expulsão logo no início de jogo, a equipe de Ney Franco teve dificuldades de se impor, mas Vinícius garantiu os três pontos. A partida foi válida pela 10ª rodada do Brasileirão.

O empate garantiu o Inter na liderança isolada da competição por mais uma rodada, com 20 pontos. Já o Goiás, com oito, segue na zona de rebaixamento. A equipe comandada por Coudet inicia uma sequência difícil – na quarta, às 19h15, volta a jogar pela Libertadores contra o América de Cali, no Beira-Rio, e no sábado a equipe viaja até Fortaleza para encarar o Tricolor, às 19h. O Goiás também viaja a Fortaleza, mas para enfrentar o Ceará no domingo, às 18h15.

Buscando uma recuperação urgente no campeonato, o drama da equipe do Goiás aumentou logo de início. Mesmo em lance irregular, no primeiro minuto de jogo, Jefferson chegou forte e atrasado em Marcos Guilherme. O árbitro deu amarelo, mas, após consultar o vídeo, mudou a cor do cartão para vermelho.

Com um jogador a mais, a partida foi ataque contra defesa. Contudo, posse de bola não significa imposição. O Inter dominou, mas não conseguiu balançar a rede. A melhor chance foi com o estreante da noite, Abel Hernández, que recebeu dentro da área e finalizou fraco. O castigo da primeira etapa veio aos 43 minutos – Daniel Bressa cobrou falta na área colorada, e a bola sobrou para Vinícius, que chutou e contou com a ajuda de Lomba. O goleiro falhou e o Goiás foi para o vestiário com a vantagem no placar.

No segundo tempo, a dinâmica continuou a mesma. Ataque contra defesa e o Inter apertando cada vez mais à medida que o tempo passava. Coudet teve que apelar e colocar Thiago Galhardo, o artilheiro do campeonato, em campo. Aos 28 minutos, Abel guardou o dele após cruzamento de Galhardo, mas o gol foi anulado por impedimento de Thiago. O Inter seguiu pressionando e investindo em bolas dentro da área que não mudaram o desfecho da partida.

Gazeta Esportiva (foto: Ricardo Duarte/assessoria)