Esportes

Com três de Scarpa, Palmeiras goleia o Táchira e garante melhor campanha da Libertadores

Nesta terça-feira, o Palmeiras derrotou o Deportivo Táchira por 4 a 1, no Allianz Parque, na última rodada da fase de grupos da Libertadores. Com três gols de Gustavo Scarpa, dois deles de pênalti, e outro de Rony, o Verdão garantiu a melhor campanha geral da competição sul-americana. O gol dos visitantes foi anotado por Gutiérrez.

A vitória também fez com que o Palmeiras se tornasse o time com a melhor campanha na primeira fase da história da competição, superando o Boca Juniors de 2005 no saldo de gols. Após ter assegurado o direito de decidir em casa todos os confrontos eliminatórios da Libertadores, o Verdão aguarda o sorteio das oitavas de final, que está marcado para às 13h (horário de Brasília) da próxima sexta-feira (27).

O primeiro tempo foi dominado pelo Palmeiras, que viu os visitantes escaparam apenas duas vezes. O nome da etapa inicial foi Scarpa, que se movimentou bastante e participou ativamente do jogo do Alviverde, sendo coroado com dois gols. No primeiro, contou com sorte após cruzamento. No segundo, converteu penalidade.

Logo após o retorno do intervalo, o Táchira diminuiu em bobeira da zaga palestrina. Apesar disso, não demoraria para o Palmeiras voltar a marcar, com Rony dividindo com o goleiro após cruzamento pela direita e vendo a bola entrar. Scarpa fez mais um gol de pênalti em seguida, chegando ao hat-trick.

O Palmeiras termina a fase de grupos com 18 pontos, na liderança isolada do grupo A. O Verdão volta a campo no domingo, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Santos, às 16h (horário de Brasília), na Vila Belmiro. Enquanto isso, o Táchira estacionou nos sete pontos, terminando na terceira colocação e sendo eliminado.

A primeira finalização do Palmeiras foi de Gustavo Scarpa, pegando sobra da entrada da área e mandando por cima do travessão. O Táchira chegou com Simisterra, que recebeu passe em profundidade, chutou e viu Weverton defender com os pés.

Aos 14 minutos, o Verdão abriu o placar no Allianz. Scarpa recebeu pela direita e cruzou para a área, buscando Rony. O atacante não tocou na bola, mas o goleiro não evitou que ela entrasse. Seis minutos depois, Navarro invadiu a área pela esquerda, foi derrubado, e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, Scarpa bateu na direita, deslocando o goleiro e ampliando.

Zé Rafael recuperou a bola no meio-campo, acelerou a jogada e soltou para Rony. O atacante recebeu pela esquerda, trouxe para dentro e chutou de longe, quase marcando um golaço. Weverton voltou a trabalhar aos 44 minutos, fazendo boa defesa em finalização de Cova pela direita.

Apenas dois minutos após o reinício do jogo, o Táchira diminuiu no Allianz. Depois de bate e rebate dentro da pequena área, Gutiérrez mandou a bola para a rede. Logo aos 11, no entanto, o Palmeiras voltou a marcar. Dudu recebeu de Navarro pela direita e cruzou para Rony, que dividiu com o goleiro e viu a bola morrer no gol.

Na sequência, Scarpa ajeitou da direita para dentro e finalizou, parando em defesa de Varela. Aos 20 minutos, Breno Lopes foi lançado nas costas da zaga e derrubado. Pela segunda vez no jogo, o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Scarpa bateu alto, à direita, e fez seu terceiro no jogo.

Scarpa quase fez seu quarto gol. Após Wesley ser bloqueado dentro da área, o meia pegou rebote e chutou forte, vendo o defensor tirar em cima da linha. Ainda deu tempo de Weverton operar um verdadeiro milagre, defendendo cabeceio.

Gazeta Esportiva (foto: César Greco/assessoria)