Esportes

Com reservas e cumprindo tabela, Cruzeiro tropeça diante da Patrocinense

O Cruzeiro entrou para cumprir tabela. Prova disso é que nem o técnico Mano Menezes viajou para Patrocínio, para o duelo entre Raposa e Patrocinense, na tarde deste domingo. O empate, por 1 a 1, em nada muda a situação do Cruzeiro na tabela final do Campeonato Mineiro.

A Raposa entrou em campo com a classificação garantida e a primeira fase assegurada. E isso permaneceu. Já para o clube de Patrocínio, o gol de Genesis, feito aos 40 minutos do segundo tempo, mudou muito: com a derrota a equipe estava fora, o tento deixou o time entre os classificados para a segunda fase do Campeonato Mineiro.

Foi um jogo morno. A primeira etapa foi praticamente um “jogo de amigos”. Na etapa final, mais movimentação, quando sairam os gols: Rafael Marques para a Raposa, Genesis para o time da casa.

Primeiro tempo – Os primeiros minutos do duelo entre Patrocinense e Cruzeiro reservaram um confronto bastante lento. As equipes não mostravam qualquer ânimo com a partida. Isso fazia o jogo ficar fraco tecnicamente.

O Cruzeiro dominava o confronto, mas era necessário manter a atenção com os contra-ataques. Os destaques da Raposa eram Raniel, que se movimentava bastante, mas tinha o negativo também, com Rafael Marques.

As equipes tinham pouca inspiração ofensiva. O Cruzeiro não e encontrava. A Patrocinense se arriscava pouco. Já os momentos defensivos das duas equipes eram interessantes.

Com poucas chances dos dois lados, com ataques regrados e defesas bem colocadas, os times foram para os vestiários.

Segundo tempo – O duelo voltou com uma movimentação maior. Em algum momento a partida teve aquele lá e cá.

Mas o Cruzeiro tinha problemas pontuais. O time celeste errava alguns passes infantis, e precisava acertar a pontuaria ao chegar a frente da meta adversária. O volante Mancuello encontrava problemas para se acertar em campo e falhava no passe.

Aos 26, o Cruzeiro chegou ao seu gol. O líder do Campeonato Mineiro fez o tento com Rafael Marques que aproveitou o lançamento de Mancuello para mandar para o fundo das redes.

Após sofrer o gol, a Patrocinense passou a descer para o ataque com toda a sua força. O time de Patrocínio precisava de, pelo menos, o empate para ir para a próxima fase.

E deu resultado. O atacante Genesis, que tinha acabado de entrar, recebeu a bola na frente e marcou o gol que colocou o time na fase seguinte.