Esportes

Coadjuvantes do Cuiabá desejam protagonismo no Mato-grossense

O principal torneio de futebol do Estado, o Campeonato Mato-grossense da Primeira Divisão começará a ser disputado no próximo sábado. A disputa reunirá dez clubes das principais cidades -Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Sinop, Sorriso e Santo Antônio de Leverger. Sem muita novidade em relação aos anos anteriores, o Estadual, versão 2022, traz um novo modelo de disputa. Agora, os dez times jogarão entre si, em turno único, com os dois primeiros colocados ao término da primeira fase, garantindo vagas diretamente à semifinal.

Os outros dois semifinalistas sairão de uma disputa extra, com o terceiro, quarto, quinto e sexto colocados, brigando na melhor de dois jogos – ida e volta -pelas duas vagas em abertas. O que despertará a atenção do público no Mato-grossense deste ano é o poderio financeiro do Cuiabá, que este ano completará seu segundo seguido na Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro.  Com investimento em R$ 3 milhões só para o torneio caseiro, o ‘Dourado’ é o time a ser batido.

São nove adversários – Operário, União, Luverdense, Nova Mutum, Sorriso, Sinop, Academia e Ação e Dom Bosco – que vão tentar desbancar a equipe, hoje atual campeão mato-grossense e contará com jogadores experientes como o meia Rodriguinho, ex-Corinthians e Seleção Brasileira, goleiro Walter, zagueiros Paulão e Empereur e o meia Valdívia, natural de Jaciara e que acumula passagens pelo Internacional, São Paulo, Atlético Mineiro, Vasco e Avaí.

Com todo seu favoritismo em relação aos rivais coadjuvantes, o ‘Dourado’ usará o torneio regional como uma ‘competição de luxo’, visando a sua participação pelo segundo ano seguido no Campeonato Brasileiro. Tanto é que a diretoria do clube decidiu manter o membro fixo da comissão técnica Luiz Fernando Iubel como técnico interino na competição caseira.

A previsão é que a contratação de um técnico com maior bagagem ocorra com o Estadual em andamento ou então ao seu término. A estratégia será igual a do ano passado. Por causa da estrutura, o campeão mato-grossense será o time a ser cobrado pela opinião pública. Jogará sob olhares com expectativa de jogar e vencer bem. Em algum momento do campeonato, enfrentará adversário bem inferior tecnicamente, o que gera expectativa de goleada como ocorreu no jogo-treino diante do Dom Bosco na semana passada, quando venceu pelo placar de 4 a 0.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)