Esportes

Cesar Cielo conquista bicampeonato mundial nos 100m livre em Doha

Depois de ficar com o bronze nos 50m livre na sexta-feira, César Cielo conseguiu a redenção e conquistou a medalha de ouro nos 100m livre no Mundial em piscina curta de Doha, no Catar, com tempo de 45s75, e se tornou bicampeão mundial na categoria. O francês Florent Manaudou ficou com a prata (45.81) e o russo Danila Izotov com o bronze (46.09), enquanto o brasileiro João de Lucca terminou a prova em sétimo lugar. Questionado sobre a conquista o faz esquecer da derrota de sexta, Cielo falou da importância de aprender com os erros.

“Olha, esquecer não, tem que aprender. Esporte é assim mesmo, um dia você ganha e no outro perde. O mais importante é fazer o seu melhor o tempo todo. Toda vez que você bater a mão na borda, saber que o seu melhor ficou na piscina. Fiquei decepcionado de saber que não fiz o que podia ter feito [na sexta]. Por algum motivo, pelo treinamento que a gente faz, [fazer esse tempo] tá muito fácil”, disse o nadador.

Até o último segundo, a disputa com Manaudou foi acirradíssima, mas Cielo levou a melhor. 

“No final foi briga de cachorro, mas acho que eu queria mais. Queria um pouco mais que ele”, comentou. O nadador ficou a 0s1 de quebrar seu próprio recorde sul-americano (45s74). O recorde mundial pertence ao francês Amaury Leveaux (44s94), conquistado em Rijeka em 2008.

Cielo ainda pode subir ao lugar mais algo do pódio mais de uma vez neste domingo, já que disputa a decisão do 4x100m medley masculino ao lado de Marcos Macedo (borboleta), Guilherme Guido (costas) e Felipe França (peito).