Esportes

Atlético-MG vence Ituano e fica com a vaga na Copa do Brasil

Depois de segurar um empate por 0 a 0 no primeiro jogo, o Atlético-MG venceu o Ituano no confronto decisivo entre os Galos mineiro e paulista, nesta quarta-feira, por 3 a 1, no estádio do Mineirão. A vitória garante o time de Belo Horizonte nas quartas-de-final da Copa do Brasil.
Um novo empate sem gols levaria a decisão para os pênaltis, enquanto a igualdade por qualquer outro marcador favorecia a equipe paulista. O Ituano chegou a ter a vaga nas mãos com um empate por 1 a 1, mas acabou sofrendo outros dois gols.

Desta forma, o time comandado pelo técnico Tite encara o Ceará, na próxima fase do torneio nacional. A equipe nordestina foi responsável pela eliminação do Flamengo.

O Atlético-MG resolveu tomar a iniciativa no primeiro tempo e, aos 16 minutos, Fábio Júnior finalizou da meia-lua. O goleiro do Ituano, André Luiz, espalmou e a bola tocou na trave.

Dois minutos depois, no entanto, o placar seria aberto. Fábio Júnior, novamente, ficou com a bola na entrada da área e, após bate-rebate, fez o giro em cima da defesa adversária e conferiu.

Com o gol, a equipe do técnico Tite manteve o domínio das jogadas, mas a partida se manteve muito veloz. O Ituano levou perigo nos momentos finais da primeira etapa. Aos 30 minutos, Rômulo chutou forte e rasteiro, porém o goleiro Danrlei conseguiu fazer a defesa segura.

Aos 42 minutos, Sandro partiu pela esquerda e levantou a bola na segunda trave. O atacante Joelson tentou cabecear, no entanto caiu e reclamou de um pênalti cometido pela defesa alvinegra. O árbitro Jamir Carlos Garcez nada assinalou.

O jogo continuou bem movimentado no segundo tempo. Logo aos quatro minutos, o juiz invalidou um gol de Sandro, alegando falta de seu companheiro de clube, Rômulo. Era a chance do time paulista empatar.

Apenas quatro minutos depois do gol invalidado, Joelson conseguiu igualar o marcador no Mineirão. O lateral-direito Gedeon tentou o arremate de fora da área e o goleiro Danrlei deixou a bola escapar das mãos. Na sobra, o atacante do Galo interiorano completou.

A festa do Ituano não durou muito tempo, pois o Atlético reagiu e abriu vantagem novamente. Aos 10 minutos, Euller fez um cruzamento da esquerda e Fábio Júnior finalizou com sucesso, de cabeça, anotando seu sexto gol na Copa do Brasil.

Mesmo com o 2 a 1 no placar, o resultado final continuava em aberto. Se marcasse mais um, o Ituano passaria a ter a vaga nas mãos. Contudo, a torcida mineira explodiu e as esperanças paulistas diminuíram quando Rodrigo Fabri fez 3 a 1.

Aos 25 minutos, George armou contra-ataque, tocou para Fabri, que caiu junto com o zagueiro do Ituano na intermediária. Quando André Luiz parecia ter a posse da bola assegurada, o atacante do Atlético se levantou e, antecipando-se ao goleiro do Rubro-Negro, balançou as redes do adversário