Esportes

Atlético-MG goleia o Fortaleza e abre grande vantagem para ir à final da Copa do Brasil

O Atlético-MG já está com um pé na decisão da Copa do Brasil. Pela partida de ida da semifinal, o Galo goleou o Fortaleza por 4 a 0, nesta quarta-feira, no Mineirão. Com o resultado adquirido dentro de casa, a equipe do técnico Cuca pode perder por até três gols de diferença no duelo de volta para avançar à final.

Guilherme Arana, Réver e Hulk marcaram para o clube mineiro no primeiro tempo. Já no início da segunda etapa, Zaracho decretou a goleada com um golaço de cobertura.

Até Arana abrir o placar para o Atlético, o duelo era equilibrado, com as duas equipes chegando ao ataque. O Galo, no entanto, sempre teve mais perigo. Após o gol do lateral-esquerdo, aos 18 minutos, o Alvinegro passou a dominar o confronto, ampliando com Réver aos 22, após cobrança de escanteio, e Hulk aos 40, depois de boa jogada coletiva.

No intervalo, Juan Pablo Vojvoda promoveu duas mudanças no Tricolor cearense, tirando Matheus Vargas e Romarinho para as entradas de Henríquez e Ronald. As alterações não surtiram efeito, e o Atlético marcou novamente antes dos dois minutos do segundo tempo. Após o golaço de Zaracho, os donos da casa administraram o resultado até o apito final.

A partida de volta será disputada no Castelão, na próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília). Antes disso, os dois clubes entram em campo pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. No sábado, o Fortaleza recebe o Athletico-PR, às 19h15. Já no domingo, o Atlético-MG enfrenta o Cuiabá, às 16 horas, no Mineirão.

O jogo – A primeira chegada ao ataque foi do Fortaleza, em chute forta para fora de Felipe. Já a primeira grande chance foi do Atlético-MG, em finalização de Zaracho de dentro da área após lançamento de Réver, mas Felipe Alves defendeu.

O Galo abriu o placar aos 18 minutos. Depois de cobrança de falta na barreira de Hulk, Guilherme Arana ficou com a sobra, dominou e bateu forte, contando com um desvio na marcação para acertar o ângulo esquerdo do goleiro adversário. O gol, no entanto, gerou muita reclamação por parte dos jogadores do Fortaleza, já que o árbitro Braulio da Silva Machado (SC) ia assinalando escanteio enquanto a bola ainda estava no ar, chegando até a apitar.

Após o tento, os donos da casa tomaram conta da partida. Aos 26 minutos, Keno cobrou escanteio fechado pela direita, e Réver desviou de cabeça. Felipe Alves até tocou na bola, mas não impediu o segundo gol atleticano.

Aos 40, Hulk aproveitou a grande jogada coletiva do Atlético e ampliou. Keno recebeu do próprio Hulk, passou pelo marcador e lançou Zaracho, que dominou dentro da área e cruzou na medida para o camisa 7 chegar cabeceando na segunda trave.

O segundo tempo começou com mais um gol do Galo. Com menos de dois minutos, Arana cobrou falta para área, e Felipe Alves tirou de soco. Na sobra, Zaracho pegou de primeira e mandou por cobertura, sacramentando a goleada.

Com a boa vantagem, o Atlético-MG administrou o resultado durante o restante da segunda etapa, chegando menos ao ataque e, consequentemente, se expondo menos. Keno foi que mais levou perigo, em duas tentativas de dentro da área. Na primeira, tirou tinta da trave. Já na segunda, parou em Felipe Alves. No fim, Jair balançou a rede, mas pelo lado de fora.

Gazeta Esportiva (foto: Pedro Souza/assessoria)