Esportes

Árbitro diz ter sido vítima de racismo durante jogo de futebol em Sorriso

Os lamentáveis casos e a polêmica ocorridas recentemente com o atacante Grafite, do São Paulo, e o zagueiro Desábato, do Quilmes, da Argentina, que ainda vem sofrendo com o crime racismo no futebol está presente mesmo em todos os lugares, inclusive em Mato Grosso. O fato aconteceu na cidade de Sorriso na rodada de ontem na rodada de semifinal do Interbairros de Futebol de Campo.

O atleta Carlos Oliveira Pinhão Neto estava jogando normalmente e acabou levando o segundo cartão amarelo e foi expulso pelo árbitro Hermes Leite da Silva. Após o término da partida, o árbitro juntamente com os demais auxiliares foram a Delegacia de Polícia e registraram uma ocorrência acusando o jogador de “racismo”, após a expulsão, tendo proferido frases que atingem diretamente a cor do árbitro. “Negro sem vergonha”, teria sido uma das frases registradas no boletim nº 1399 na delegacia.

O árbitro Hermes Leite é integrante do Departamento de Árbitros da Federação Matogrossense de Futebol, sendo um dos mais atuantes no campeonato estadual principalmente em jogos na região do médio norte do estado.

O delegado titular da Delegacia Judiciária Civil de Sorriso, Ênio Carlos Lacerda, disse ao Só Notícias, que vai abrir um inquérito para apurar a veracidade da ocorrência e ainda hoje deverá ouvir o atleta que cometeu este suposto crime neste episódio de ontem em Sorriso.