Esportes

Adversário do Sinop na Série D tem alojamento invadido por homens armados

Três homens armados invadiram, neste domingo, o alojamento do Corumbaense, time de Corumbá, no Mato Grosso do Sul, que está no mesmo grupo do Sinop, no Campeonato Brasileiro da Série D. Pela competição nacional, a equipe acabou derrotada em casa, no último sábado (18), por 2 a 0, pelo Iporá. Durante a partida, o meia Marlos foi xingado e acabou discutindo com alguns torcedores.

De acordo com informações divulgadas pela TV Morena, afiliada da Rede Globo no Mato Grosso do Sul, um lateral da equipe estava no portão do alojamento, quando foi rendido pelos criminosos. Um ficou segurando o atleta, enquanto a dupla entrou no alojamento a procura de Marlos.

“Eles invadiram o alojamento armados, graças a Deus que meu quarto estava trancado, eles entraram em todos os quartos, e por um milagre de Deus, um livramento mesmo, o meu quarto era o único que estava trancado. Ele mostrou o revólver carregado e falou aqui é para o Marlos, fala para ele que nós vamos voltar mais tarde e pegar ele”, disse Marlos, por meio de um vídeo divulgado pela emissora.

A diretoria do clube comunicou que as informações sobre a invasão já foram repassadas para a Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, que investiga o caso. Também anunciou aceito o pedido de rescisão amigável do meia Marlos. O atleta já deixou a cidade de Corumbá.

O Corumbaense enfrentou o Sinop no último dia 12, no estádio Gigante do Norte. A partida terminou empatada em 1 a 1. Com a derrota de sábado, a equipe de Corumbá acabou caindo para a terceira posição do grupo A10, com 4 pontos. O Iporá também tem 4 pontos e está em segundo. O Palmas é o lanterna, com 2. Já o Sinop lidera a chave com 5 pontos.

O Galo do Norte irá enfrentar o Corumbaense novamente no dia 4 de junho, no estádio Arthur Marinho, em Corumbá, pela quinta rodada da Série D. Antes, o Sinop encara o Palmas, no próximo sábado (25), no Gigante do Norte, enquanto que o Corumbaense volta a enfrentar os goianos do Iporá, no Ferreirão, em Goiânia, no domingo (26).

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: Só Notícias/Guilherme Kalvin/arquivo)