Educação

Unemat entrega para prefeitura projeto do campus avançado em Lucas do Rio Verde

A longa espera para a implantação definitiva de uma instituição de ensino superior público e gratuito em Lucas do Rio Verde chegará ao fim a partir do segundo semestre deste ano. A notícia foi anunciada pelo diretor do Campus Regionalizado da Universidade do Estado de Mato Grosso – Unemat/Sinop, professor Roberto Alves de Arruda, ao entregar o projeto para criação do campus avançado local ao diretor de Desenvolvimento Sustentável, Zeca Picolo, e à secretária municipal de Educação, Cleusa Marchezan De Marco. A secretária adjunta de Educação, Kátia Cantão Mundim, e a coordenadora de ensino superior, Izana Néia  Zanardo, também participaram do encontro.

No entendimento de Arruda, que também preside a comissão de estudo instituída para desenvolver o projeto de campus avançado, o município de Lucas do Rio Verde, onde, desde abril de 2018, já funcionam os cursos de engenharia civil e de engenharia de alimentos da própria Unemat, tem sido um parceiro importante e estratégico para a instituição e o anúncio representa um desfecho natural para a negociação em andamento desde 2017.

“O prefeito Binotti e a secretária Cleusa têm demonstrado muito empenho desde o início e, hoje, estou aqui para trazer esta notícia, que significa um grande passo, no sentido de que seja avaliado todo trabalho da comissão que nós presidimos e entregar o resultado conjunto desse esforço à Prefeitura de Lucas e também ao reitor da universidade para que sejam dados os encaminhamentos finais. Hoje, podemos afirmar seguramente que, no segundo semestre, Lucas do Rio Verde terá a primeira unidade avançada da Unemat”, declara Arruda.

Segundo informou, o projeto do conceito do campus avançado e uma minuta de resolução será analisada pelo Conselho Universitário (Consuni) na primeira quinzena de agosto, já para a implantação da nova unidade em Lucas do Rio Verde. “Este projeto deve ser avaliado pelos integrantes da comissão dentro do prazo de duas semanas e, na sequência, será enviado à reitoria da Unemat para uma recomposição dessa minuta e encaminhamento ao Consuni.”

De acordo com o diretor, o processo de discussão sobre o projeto avançou bastante internamente, aumentando consideravelmente as chances de aprovação por parte dos conselheiros, que se reunirão no segundo semestre.  “Esta discussão está praticamente fechada e acreditamos já ter um número de votos suficientes dentro do Consuni. Com a aprovação do órgão, já teremos imediatamente o campus avançado aqui em Lucas do Rio Verde”, avalia.

Na opinião da secretária municipal de Educação, Cleusa Marchezan De Marco, a notícia representa, mais uma vez, a efetivação do compromisso do prefeito Luiz Binotti com a educação de Lucas do Rio Verde, uma prioridade da atual gestão, e a concretização do sonho da população de ter ensino superior público e gratuito. “Tudo isso é muito importante para a formação da nossa juventude e também para a educação básica, pois irá contribuir para a formação dos nossos professores e para a própria evolução e desenvolvimento de nossa rede de ensino, além de representar a consolidação de Lucas do Rio Verde como Cidade do Conhecimento”, ressalta.

O diretor de Desenvolvimento Sustentável, Zeca Picolo, destacou que o projeto significa o coroamento de uma luta de 30 meses, iniciada desde os primeiros dias de governo do prefeito Binotti, e que, uma vez aprovado o projeto pelo órgão interno da universidade, caberá ao Executivo acelerar o processo de implantação, inclusive com a doação da área para a construção da unidade local, cujo projeto já foi assumido pela Empresa Júnior do curso de engenharia civil do campus da Unemat/Sinop. “Assim que tivermos a aprovação, a Prefeitura irá, imediatamente, disponibilizar a estrutura física de alguma escola para já termos a instalação provisória do campus. Tanto o espaço provisório como o local definitivo já vêm sendo pensado por nós”, frisa Picolo.

A proposta apresentada traz uma novidade em relação à estruturação dos cursos. Na nova concepção, além da estrutura ser de inteira responsabilidade do município, visto que a Unemat, segundo Arruda, não pretende ter uma estrutura própria dentro do campus, a unidade também passará a oferecer cursos de pós-graduação. “A estrutura continua sendo do município e aí vai atendendo as demandas com cursos de graduação e pós-graduação e atendimento de programas especiais, formações e prestação de serviços de forma bem pontuada”, explica o diretor.

Mais que a concretização de um antigo sonho da população luverdense, a concepção do projeto de campus avançado ganha uma dimensão maior, segundo Arruda, se levado em conta o fato de que também há interesse dos outros campi nessa discussão em torno do conceito de campus avançado por se tratar de uma demanda dessas unidades operacionais e uma necessidade da própria instituição até mesmo para reorganizar estrategicamente o atendimento e oferta de serviços em todas as regiões do estado.

Neri Malheiros (foto: assessoria)